Valor Bruto da Produção agropecuária mineira bate recorde em 2020

O crescimento é de 27% em relação a 2019, puxado pelo bom desempenho do café e da soja

Da Redação | 18/01/2021

Mais um número positivo para o agronegócio mineiro no balanço de 2020. O Valor Bruto da Produção (VBP) agropecuária do estado alcançou o recorde de R$ 96,1 bilhões, registrando crescimento de 27% em relação ao ano anterior. O indicador representa uma estimativa da geração de renda no meio rural e seu cálculo é feito pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), a partir de dados do IBGE, da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/USP).

Na avaliação da assessora técnica da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) Creuma Viana, os resultados positivos do VBP em 2020 se devem ao aumento da produção e aos bons preços praticados no mercado.

Minas Gerais encerrou o ano na quarta posição no ranking, respondendo por 11% do VBP nacional. Mais da metade do faturamento mineiro (63,6%) veio das lavouras. O segmento alcançou R$ 61,1 bilhões, com crescimento de 29,1% frente a 2019. Nesse contexto, os principais impulsos viram do café (55,4%), soja (65,9%), milho (35%), feijão (7,6%), laranja (0,1%), trigo (49,8%), arroz (1%) e do amendoim (81,3%).

O café representou, sozinho, aproximadamente 34,4% do faturamento agrícola do VBP neste ano, com a receita de R$ 21 bilhões. O crescimento é de 55,4% frente a 2019.

A soja, que ocupa o segundo lugar de destaque no VBP mineiro, alcançou uma receita de R$ 13,6 bilhões, incremento de 65,9% na comparação com o ano anterior.

Pecuária

A pecuária fechou o ano com crescimento de 23,4%, com receita de R$ 35 bilhões. Os produtos pecuários que se destacaram foram bovinos (+22%), leite (+10,7 %), ovos (+6,3%) e frango (+0,7%). Com demanda aquecida no ano de 2020 e preços valorizados, o faturamento bruto da carne bovina alcançou R$ 11,4 bilhões, crescimento de 22% em relação a 2019.

O preço do leite também registrou altas devido à oferta limitada do produto no mercado e pelo aumento dos custos de produção. A receita do setor alcançou R$ 12,8 bilhões em 2020, alta de 10,7% em relação a 2019. A carne bovina e o leite representam juntos cerca de 69% do VBP da pecuária.

Fonte: Márcia França – Ascom/Seapa

Mais Notícias