Vacinação contra a Covid-19 ganha horário especial no dia 31

Da Redação | 30/12/2021

vacina em BH

Nesta sexta-feira, dia 31 de dezembro, a vacinação contra a Covid-19 será realizada em horário especial, das 8h às 11h30, nos Centros de Saúde e pontos de drive-thru. Os endereços podem ser consultados no Portal da Prefeitura de Belo Horizonte.

Amanhã será feita a repescagem da dose de reforço para gestantes, puérperas, pessoas com deficiência permanente (com e sem BPC) e com síndrome de Down – a partir de 18 anos, e para pessoas com comorbidades, com idade entre 59 e 18 anos. A dose de reforço é aplicada em pessoas cuja segunda dose tenha completado 4 meses. É necessário levar cartão de vacina, documento de identidade e CPF.

Na próxima semana, a vacinação retorna ao horário de rotina: das 8h às 17h nos Centros de Saúde, pontos fixos e extras, e das 8h às 16h30 nos pontos de drive-thru. Já os shoppings funcionarão das 13h às 19h30. Confira o cronograma para a próxima semana:

Dia 03/01, segunda-feira: dose de reforço para trabalhadores do transporte coletivo e rodoviário de passageiros, metroviários, aeroviários, ferroviários, caminhoneiros, trabalhadores da limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos, cuja data da segunda dose tenha completado 4 meses. É necessário levar o cartão de vacina, o documento de identidade e CPF;
 
Dia 04/01, terça-feira: dose de reforço para trabalhadores da educação infantil, cuja data da segunda dose tenha completado 4 meses. É necessário levar o cartão de vacina, o documento de identidade e CPF;
 
Dia 05/01, quarta-feira: dose de reforço para trabalhadores da educação do ensino fundamental, cuja data da segunda dose tenha completado 4 meses. É necessário levar o cartão de vacina, o documento de identidade e CPF;
 
Dia 06/01, quinta-feira: dose de reforço para trabalhadores da educação do ensino médio, profissionalizante, EJA (Educação jovens e adultos) e superior, cuja data da segunda dose tenha completado 4 meses. É necessário levar o cartão de vacina, o documento de identidade e CPF;
 
Dia 07/01, sexta-feira: dose de reforço para pessoas de 59 e 58 anos, cuja data da segunda dose tenha completado 4 meses. É necessário levar o cartão de vacina, o documento de identidade e CPF;
 
Dia 10/01, segunda-feira: dose de reforço para pessoas de 57 e 56 anos, cuja data da segunda dose tenha completado 4 meses. É necessário levar o cartão de vacina, o documento de identidade e CPF;
 
Dia 11/01, terça-feira: dose de reforço para pessoas de 33 e 32 anos – que receberam Coronavac, cuja data da segunda dose tenha completado 4 meses. É necessário levar o cartão de vacina, o documento de identidade e CPF;
 
Dia 12/01, quarta-feira: dose de reforço para pessoas de 28 e 27 anos – que receberam Coronavac, cuja data da segunda dose tenha completado 4 meses. É necessário levar o cartão de vacina, o documento de identidade e CPF;
 
Dia 13/01, quinta-feira: dose de reforço para pessoas de 55 anos, cuja data da segunda dose tenha completado 4 meses. É necessário levar o cartão de vacina, o documento de identidade e CPF;
 
Dia 14/01, sexta-feira: dose de reforço para pessoas de 54 anos, cuja data da segunda dose tenha completado 4 meses.
 
Repescagem da dose de reforço para todos os grupos e faixas etárias já convocadas: a dose de reforço é aplicada em pessoas cuja segunda dose tenha completado 4 meses. É necessário levar cartão de vacina, documento de identidade e CPF.

Dose de reforço

Para que as pessoas possam receber a dose de reforço é necessário apresentar o documento de identidade, cartão de vacinação e ter recebido a segunda dose no prazo de 4 meses.  Os critérios e orientações para aplicação da vacina contra Covid-19 em pessoas com comorbidades, com deficiência permanente, síndrome de Down, gestantes e puérperas estão disponíveis no Portal da Prefeitura de Belo Horizonte.

As pessoas convocadas devem se vacinar nos locais listados para cada grupo e sempre checar os endereços, disponibilizados no Portal da Prefeitura de Belo Horizonte, antes de se deslocar aos pontos de imunização. A Secretaria Municipal de Saúde orienta que o usuário se vacine no dia da convocação. Caso a pessoa se dirija às unidades em data posterior, está sujeita a enfrentar filas, já que os pontos de repescagem estão distribuídos em uma unidade por regional e por tipo de vacina.