Universitários mineiros debatem ciência com dois ganhadores de Nobel

Selecionados entre 170 candidatos de todo o País, estudantes participam de evento on-line promovido pela Academia Brasileira de Ciências.

Da Redação | 03/04/2021

May-Britt Moser e Serge Haroche

Estudantes de universidades de Minas Gerais foram selecionados para discutir Ciência com dois ganhadores do Prêmio Nobel, a norueguesa May-Britt Moser (Nobel de Medicina em 2014) e o francês Serge Haroche (Nobel de Física em 2012). O evento on-line será conduzido em inglês, com tradução simultânea disponível.

O debate acontece no próximo dia 8 de abril, às 10h, durante o evento “O Valor da Ciência” transmitido pelo Youtube (link aqui). A promoção é da Academia Brasileira de Ciências e da Nobel Prize Outreach (braço de comunicação da Fundação Nobel), em colaboração com o Instituto Serrapilheira.

Instituições públicas

De Minas foram escolhidos quatro estudantes da graduação e pós-graduação em Ciências da Saúde, Engenharia de Materiais, Ciências Farmacêuticas e Medicina.

Eles estudam na Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM), Universidade Federal de Alfenas (Unifal-MG) e Universidade Vale do Rio Doce (Univale).

Eles vão participar de mesas-redondas com May-Britt Moser e Serge Haroche, sendo dois em cada uma, com início às 11h15 e às 12h30.

A iniciativa é inédita no Brasil e tem como objetivo não só inspirar estudantes interessados no desenvolvimento de pesquisas científicas. Também servirá para promover uma discussão sobre a importância da ciência para a sociedade e para a elaboração de políticas públicas com base no conhecimento científico.

O processo de seleção contou com mais de 170 candidatos de 90 universidades públicas e privadas de 23 Estados do Brasil e do Distrito Federal. Foram selecionados 40 estudantes.

Premiados

May-Britt Moser foi uma das três pessoas que receberam o Prêmio Nobel de Medicina em 2014 por conta de suas descobertas de células cerebrais que definem nossa orientação espacial. Já Serge Haroche dividiu o prêmio de Física em 2012 por métodos experimentais inovadores que permitem a medição e manipulação de sistemas quânticos individuais.

“Uma discussão com dois vencedores do Prêmio Nobel a respeito do valor da ciência, num momento complexo como este que atravessamos, representa uma oportunidade ímpar para refletirmos sobre o papel da ciência no desenvolvimento da humanidade e no enfrentamento dos desafios que temos diante de nós. Devemos buscar, amparados pelo que há de mais avançado no conhecimento científico, caminhos que nos permitam, de forma sustentável, preservar vidas e retomar o desenvolvimento econômico, gerando empregos, renda e inclusão social”, observou o presidente da Academia Brasileira de Ciências Luiz Davidovich.

“Sabemos por experiência própria que o Prêmio Nobel e as conquistas dos laureados são uma grande inspiração para os jovens de todo o mundo. Estamos muito satisfeitos em poder promover este encontro digital entre dois distinguidos laureados e estudantes de todo o Brasil”, ressaltou a CEO da Nobel Prize Outreach, Laura Sprechmann.

Fotos: Redes Sociais

Confira outras matérias sobre educação aqui.

Mais Notícias