Top 10 das atividades físicas que serão destaques em 2021

Diretor técnico da Bodytech, Eduardo Netto elege as tendências fitness que combinam com o perfil do brasileiro

Da Redação | 27/01/2021

A pandemia da covid-19, além de ter alterado a rotina de milhares de pessoas em todos os aspectos, proporcionou uma mudança brusca na forma como nos exercitamos. Por esse motivo, as perspectivas para 2021 prometem importantes mudanças.

O fechamento de 100% das academias, em março de 2020, alterou a rotina de exercícios, e a solução foi usar streaming digital para se manter ativo. O mercado fitness foi forçado a encontrar maneiras inovadoras de praticar atividades físicas em casa.

As tendências para 2021 tiveram uma profunda mudança devido ao cenário atual. Por exemplo, o treinamento on-line saiu da 26ª posição (2020) para assumir o topo da lista em 2021. “Fomos obrigados e desafiados a reestruturar nossos serviços. O maior desafio foi envolver e entreter nossos clientes à distância”, pontua Eduardo Netto, diretor técnico da Bodytech Company.

“A indústria agora lida com os efeitos duradouros da pandemia, e a principal prioridade para todos os estabelecimentos é focar em novos sistemas, com modalidades de treinamento virtuais, uma vez que serão essenciais para garantir o bem-estar físico e mental contínuo das pessoas em todo o mundo. Este conceito deve ser adotado por todas as academias, que realmente lutam pela sobrevivência. Essa perspectiva deve perdurar até que a pandemia seja ultrapassada. Minha visão é que, mais do que nunca, durante este período de enorme incerteza global, uma melhor compreensão e o entendimento do comportamento do consumidor podem nos ajudar na criação de estratégias que visem impulsionar o crescimento dos nossos negócios”, enfatiza Netto.

Tendências

De acordo com a “Pesquisa Mundial de Tendências de Fitness para 2021”, conheça a lista das 10 principais atividades físicas deste ano:

1) Treinamento on-line: desenvolvido para a experiência de exercícios em casa, esta tendência usa tecnologia de streaming digital para fornecer programas de exercícios em grupo ou individual. O treinamento on-line deve estar disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana e podendo ser uma aula ao vivo ou pré-gravada.

2) Weareables (tecnologia vestível): inclui dispositivos como rastreadores de condicionamento físico, relógios inteligentes, monitores de frequência cardíaca e dispositivos de rastreamento GPS, que podem contar passos e monitorar a frequência cardíaca, temperatura corporal, calorias, tempo sentado e tempo de sono.

3) Treinamento de Peso Corporal: utiliza equipamentos mínimos, tornando-o mais acessível.

4) Atividades ao ar livre: inclui caminhadas e passeios em pequenos grupos. Os participantes podem se encontrar em um parque local, área de caminhada, uma trilha de bicicleta ou fazer excursões de um dia.

5) Treinamento com intervalo de alta intensidade (HIIT): envolve curtos períodos de atividade seguidos por um curto período de descanso ou recuperação.

6) Treinamento Virtual: esta fusão de exercícios em grupo com tecnologia oferece exercícios projetados para serem fáceis e convenientes de acordo com horários e necessidades e normalmente são executados em academias na tela grande.

7) Exercício é Remédio: esta iniciativa global de saúde da ACSM incentiva os profissionais de saúde a incluírem avaliação de atividade física e referências associadas a profissionais de fitness certificados na comunidade como parte de cada visita do paciente.

8) Treinamento de força com pesos livres: os instrutores se concentram em ensinar a forma adequada de exercícios usando halteres, kettlebells e/ou medicine balls. A resistência aumenta progressivamente conforme a forma correta de execução é alcançada.

9) Programas de condicionamento físico para idosos: com o envelhecimento da população, muitos profissionais de saúde e condicionamento físico estão dedicando um tempo para criar programas de condicionamento físico adequados à idade para manter os idosos saudáveis e ativos.

10) Treinamento Individual: continua a ser uma forte tendência à medida que o Personal Training se torna mais acessível on-line, em academias de ginástica, em casa e em locais de trabalho com instalações de fitness.

Foto: Divulgação Bodyech

Mais Notícias