Santa Casa BH inaugura Instituto de Transplante de Medula Óssea e Terapia Celular

Nova área do hospital conta com nove leitos equipados com filtro que garante a eliminação das impurezas do ar.

Da Redação | 12/01/2021

Centro de transplantes da Santa Casa BH

A Santa Casa BH inaugura nesta quarta, 13, às 11 horas, e de forma virtual o Instituto de Transplante de Medula Óssea e Terapia Celular. A nova estrutura que vai possibilitar a realização de mais transplantes e dar ainda mais segurança aos pacientes.

O evento será transmitido pelo canal da Santa Casa BH no YouTube (link) e terá a participação de representantes do hospital, e do Sistema Nacional de Transplante, entre outras autoridades.

O Instituto de Transplante de Medula Óssea e Terapia Celular conta com nove leitos equipados com High Efficiency Particulate Air (HEPA), um filtro de tecnologia avançada, que garante a eliminação de, praticamente, 100% das impurezas do ar e que é extremamente importante para dar mais segurança aos pacientes que estão em tratamento.

A montagem dos leitos foi financiada com recursos da própria instituição e, também, do Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica (Pronon).

Atendimento ampliado

Com a nova estrutura, a Santa Casa BH vai ampliar seu atendimento. Poderá ter, em média, 100 transplantes de medula óssea por ano. Segundo a superintendente de Serviços Hospitalares da instituição, Mara Rúbia de Moura, apesar de toda tecnologia, o tratamento humanizado não será esquecido. “É o que possibilita que cada um siga tendo sonhos e esperança”, acrescenta. 

Para o diretor de Assistência à Saúde do hospital, Guilherme Riccio, a estrutura vai possibilitar um avanço em terapias envolvendo células. “A cada dia, evoluímos mais no campo da terapia celular, que se tornou muito importante e com enorme possibilidade de desenvolvimento de novos conhecimentos. O caminho é promissor e o Instituto vem para fortalecer a atuação da Santa Casa BH nessa área”, destaca.

Maior de Minas

A Santa Casa BH é um dos maiores hospitais transplantadores de órgãos, tecidos e células, no Brasil. Nos últimos anos, a instituição vem ocupando lugar de destaque na realização de transplantes de rim, fígado, coração, córnea, medula óssea e ossos, atendendo a pacientes de todas as regiões do Brasil.

Em 2021, o hospital dá mais um importante passo para oferecer tratamento de excelência para centenas de pessoas, com a inauguração do Instituto de Transplante de Medula Óssea e Terapia Celular.

Maior hospital transplantador de Minas Gerais, ocupa o 1º lugar no ranking de transplantes de órgãos, tecidos e células. São ofertados transplantes de córnea, medula óssea, rim, fígado, ossos e coração. Em 2020, passou a realizar, também, transplante cardíaco pediátrico.

No último ano, foram realizados transplantes em pacientes de 13 estados brasileiros. De Minas Gerais, foram atendidas pessoas de Belo Horizonte e de mais 79 municípios, de todas as regiões.

Leia mais sobre Saúde aqui.

Mais Notícias