S10 continua versátil e mais conectada

Na avaliação, versão High Country apresenta desempenho dinâmico satisfatório e conteúdo compatível com o seu preço

Luís Otávio Pires | 03/12/2020

Você é daquele tipo de pessoa que gosta mais do campo, sítio ou fazenda, de uma estradinha de terra e até de encarar um circuito fora de estrada mais radical? Ou prefere shopping center, trânsito engarrafado das cidades e viajar por rodovias pavimentadas? Ou gosta dos dois ambientes? 

Independentemente do seu perfil, se optar por ter (ou guiar) uma Chevrolet S10 ficará satisfeito em qualquer ambiente. Ainda mais agora que a pick-up ganhou um tapa no visual, teve algumas alterações (poucas) no motor turbodiesel e, o melhor, ficou muito mais conectada.

A versão High Country, topo da linha, mostrou ser bem versátil nesta avaliação, realizada com um modelo cedido pelo fabricante. Rodamos em todos os cenários e a S10 não decepcionou. Há sim alguns deslizes para um veículo de mais de R$ 200 mil, mas nada que a desabone.

Apesar de ter recebido novos itens de série, faltam alguns componentes presentes nas concorrentes. Como o ajuste de profundidade do volante, ajuste elétricos para os dois assentos (só é disponível para o motorista), saída de de ar-condicionado para a parte de trás do habitáculo e botão de partida no lugar da boa e velha chave. O interior poderia ser menos espartano, já que se trata da versão top.   

Os probleminhas, contudo, param por aí e, no geral, a S10 High Country até vale o quanto pesa – ou o quanto tem. Um diferencial importante é o sistema de Wi-fi nativo, que estreou no novo Onix e, aos poucos, vai ganhando outros modelos da Chevrolet. 

Ele é superfácil de operar, o ícone fica disponível na tela do MyLink e disponibiliza um sinal melhor até que o de muitos smartphones. Há uma antena específica para captar o 4G da operadora e isso amplifica o sinal e fornece maior velocidade de transmissão de dados. Ele permite, por exemplo, que sejam feitas atualizações remotas de sistemas eletrônicos do veículo. O sistema multimídia da S10 também é show, com destaque para a projeção sem fio para Android Auto e Apple Car Play. 

O visual externo teve poucas alterações, mas, mesmo assim, elas deixaram a S10 mais suntuosa e com design mais arrojado. A High Country é diferenciada das demais versões pela grade frontal escura e a gravata dourada que ficou menor e foi deslocada para a esquerda, mais embaixo. 

Os faróis com LED mostraram-se bastante eficientes para quem roda à noite. As luzes auxiliares ficam em posição mais elevada também para beneficiar a iluminação. Outro item diferente é o santoantonio mais envolvente.

Quanto ao comportamento dinâmico da pick-up, destaque para o controle eletrônico de oscilação do trailer. Ele pode identificar alguma instabilidade dinâmica da carreta e frear seletivamente as rodas.

Também é novidade o sistema de frenagem autônoma de emergência, que freia o veículo automaticamente ao identificar uma situação de risco envolvendo o veículo à frente ou um pedestre que esteja cruzando a dianteira. Fizemos o teste: funciona mesmo. O recurso entra em ação entre as velocidades de 8 km/h e 80 km/h e é uma mão na roda para o motorista desatento.

O desempenho da S10 continua bem eficiente. A mudança mecânica foi discreta: inclusão de nova turbina, que deixou as acelerações mais progressivas. Por causa dela, a engenharia da General Motors recalibrou o motor que agora gera 200 cv de potência e 51 kgfm de torque.

A montadora garante que a S10 ficou 0,2 segundos mais rápida na aceleração de 0 a 100 km/h, no caso da versão topo que é automática.  É algo pouco perceptível, ao contrário do consumo, que realmente melhorou em até 10%. Nesses tempos bicudos, economizar vem em boa hora.

FICHA TÉCNICA

MOTOR  

Longitudinal, turbodiesel, 4 cilindros em linha, 16 válvulas
Potência: 200 cv a 3.400 rpm       
Torque:  51,0 kgfm a 2.000 rpm 

DESEMPENHO

Consumo cidade: 8,3 km/l
Consumo estrada: 10,6 km/l
0 a 100 km/h: 10,1 segundos
Velocidade Máxima: 180 km/h

DIMENSÕES E CAPACIDADES

Comprimento:     5.361 mm
Largura: 2.132 mm       
Altura: 1.831 mm
Entre eixos: 3.096 mm       
Comprimento da caçamba: 1.484 mm
Largura da caçamba: 1.534 mm   
Peso bruto total: 6.000 kg   
Peso em ordem de marcha: 2.042 kg
Capacidade de carga 1.108 kg
Tanque de combustível: 76 litros
Preço: R$ 223.090,00

FONTE: GM

AVALIAÇÃO

(+)
Comportamento dinâmico
Consumo
Conectividade

(-)
Acabamento espartano
Ausência de alguns itens

Mais Notícias