RS e-tron GT e o e-tron S Sportback são para quem curte voar baixo

Audi escolhe Belo Horizonte para apresentar dois de seus modelos elétricos muito potentes e cheios de tecnologia

Luís Otávio Pires | 05/11/2021

Nada como o principal evento de arquitetura, design e paisagismo do País para ser o pano de fundo para exibir uma obra de arte da indústria automotiva. A mistura deu muito certo entre a versão mineira da CasaCor e a Audi que apresentou, de forma presencial, os novos elétricos RS e-tron GT e e-tron S Sportback.

Belo Horizonte foi a escolhida para esta avant-premieré justamente por ser um mercado tão importante: é o segundo que mais vende elétricos da marca alemã no País, perdendo apenas para São Paulo. Além disso, em termos gerais a capital mineira fica em terceiro no ranking nacional, com 400 unidades emplacadas no acumulado do ano, atrás apenas de São Paulo (novamente) e Curitiba (PR).

A CasaCor BH se encerrou no final de outubro, os e-trons foram peças de decoração, mas continuam à mostra na Audi Center BH, do forte grupo Carbel, parceiro do fabricante nesta empreitada no competitivo segmento de automóveis de luxo que, em muito em breve, só terá elétricos para contarem a história. No caso da Audi, já a partir de 2035. Parece longe, mas está logo ali.

Enquanto isso, os brasileiros saboreiam a linha e-tron, cheia de sofisticações, sistemas autônomos e muita tecnologia e força. Os carros têm desempenho muito, mas muito impressionante. Nas primeiras impressões do CIDADE CONECTA com os modelos na região do Mangabeiras, zona Sul de BH, pisar no acelerador destes e-trons fez o cérebro balançar dentro do crânio tamanho o torque. Isso mesmo, sem exagero.

O Audi RS e-tron GT é o mais esportivo deles. Custa R$ R$ 979.990,00 (no canal venda direta, ou seja, para CNPJs) e oferece um desempenho dinâmico de babar: acelera de 0 a 100 km/h em 3,3 segundos e atinge a velocidade máxima de 250 km/h.

Segundo o fabricante, o motor elétrico no eixo dianteiro libera 175 kW, enquanto o motor na traseira libera 335 kW. A potência total é 440 kW e o torque total é 830 Nm. No modo boost, a potência aumenta para 475 kW.

O e-tron S Sportback, por sua vez, não fica para trás. Um pouco mais barato – R$ 779.990,00, também na modalidade venda direta – o modelo sai da inércia até os 100 km/h em 4,5 segundos e chega até 250 km/h. Possui três motores e tem uma autonomia de quilômetros.

Neste carro, chama a atenção os retrovisores que não são espelhos. Na verdade, há câmeras de altíssima resolução que vigiam as laterais e jogam as imagens para telas sensíveis ao toque na parte interna, nas extremidades das duas portas dianteiras. É diferente, mas com o tempo dá para levar.

Afinal, quem não se acostuma fácil com o moderno, o luxuoso e o tecnológico?

FOTOS / Mário Villaescusa