Realizada de forma on-line, Minascon debate a situação da construção civil

Segundo a Fiemg, setor tem impacto direto na geração de empregos, no desenvolvimento socioeconômico, no avanço tecnológico e na melhoria da infraestrutura e da habitação no Estado.

Da Redação | 19/11/2021

Será totalmente on-line e gratuita a 18ª edição do Minascon, um dos principais eventos da cadeia produtiva da construção civil mineira, que acontece dias 22 a 25 de novembro. O simpósio é uma iniciativa da Federação das Indústrias de Minas Gerais (FIEMG) e do Sebrae Minas e vai trazer conteúdos técnicos, seminários e congressos segmentados.

O Minascon acontece em um momento em que a construção civil está em alta, mas enfrenta desafios como qualquer segmento da economia nacional e mundial, após o início da pandemia.

Em 2019, o setor contou, em todo o País, com mais de 125 mil empresas ativas, sendo 49.597 de construção de edifícios, 13.029 de obras de infraestrutura e 62.441 de serviços especializados para a construção.

Em Minas Gerais, a atividade está integrada à economia e garante empregos diretos e indiretos em uma extensa cadeia. De acordo com números divulgados pela Federação das Indústrias de Minas Gerais (FIEMG) nos últimos 12 meses, encerrados em junho de 2021, a Construção Civil gerou 54.734 novas vagas com carteira assinada em todo o Estado. O que significa que, nesse período, o setor contratou 216,34 novos trabalhadores formais por dia útil. Em Minas, a construção civil tem mais de 20 mil empresas, que geram cerca de 300 mil empregos.

Não resta dúvida que a construção civil se faz presente no dia a dia das pessoas, na economia dos países e, mais do que isso, na história da humanidade. Ela está presente em todos os lugares: nos prédios públicos, comerciais e residenciais, nas ruas e avenidas, nas rodovias, túneis e viadutos, nas obras de saneamento e infraestrutura, nos aeroportos, e, claro, nas nossas casas, sejam elas na cidade ou no campo.

Dessa forma, segundo análise da Fiemg, o desenvolvimento de qualquer País está intimamente ligado ao crescimento da indústria da construção civil.

“Minas Gerais tem tradição em engenharia e abriga construtoras com abrangência nacional, o que ajuda a impulsionar o avanço tecnológico e a inovação em tudo o que é aplicado no setor da construção hoje em dia. Inovação que, aliás, torna o setor mais competitivo e ágil para lidar com os desafios”, diz o material de divulgação da entidade sobre o setor.

Durante os dias de Minascon 14 palestrantes irão se apresentar nas salas virtuais. Entre eles estão a CEO da Arquitetando Energia Solar, a arquiteta Clarissa Zomer; o fundador do Instituto A Gente Transforma, o professor Marcelo Rosenbaum; e o CEO da ConTech, o engenheiro Zachi Flatto. Ele é de Israel e presidente o centro global de tecnologia da construção daquele país; além de outros profissionais renomados em suas áreas.

Saiba mais: www.minascon.com.br

FOTO / Pixabay