Quando a clareza no estilo representa confiança para se vestir

Especialista em acentuar os atributos positivos de quem veste, consultora reforça a necessidade de combinar preferências das clientes com roupas que darão suporte à imagem que desejam projetar

Tatiana Andrade | 05/07/2021

Consultora de Imagem e Personal Stylist  desde 2010, Aninha Miranda vem se dedicando integralmente ao que sempre foi sua verdadeira paixão e propósito: ajudar mulheres a se vestirem bem, contribuindo para sua autoestima e autoconfiança.

A vocação da profissional é entender suas clientes, interpretando seus objetivos e transformando esses anseios em uma imagem coerente com a personalidade e estilo de cada uma.

Além disso, os anos de experiência atendendo a clientes em todo o País a alçaram ao patamar de formadora de opinião sobre moda e estilo, oferecendo um conteúdo esclarecedor e construtivo sobre o assunto, cheio de dicas práticas, em seu perfil no Instagram (@aninhamirandaoficial). 

Versátil, Aninha acaba de se lançar em novo projeto: o curso online “Desperte sua elegância” que reúne técnicas, ferramentas e estratégias para quem quer aprender a se vestir com segurança e ter uma imagem alinhada com o que deseja transmitir. A primeira edição do curso já teve suas vagas esgotadas, mas Aninha promete novas edições em breve.

Comprovando sua faceta versátil, ela também vai além das consultorias personalizadas e cursos concorridos. Isso porque o bom gosto da profissional ganhou de vez o público varejista, o que rendeu a ela colaborações de sucesso com grandes marcas. 

Dessa vez, Aninha se juntou à Andreia Bernardino, diretora criativa da consagrada Bianza para preencher uma lacuna do mercado que insiste em abarrotar as araras com roupas da moda, esquecendo da importância e valor do casual (veja alguns looks nessas páginas). “Percebia que a maioria das marcas preferia investir em tendências, negligenciando as roupas mais básicas. Isso acabava dificultando o meu trabalho”, relembra. 

Da parceria de Aninha e Andreia surgiu Base, um Set composto de 18 peças que se misturam e combinam para criar muitos looks.

Repleta de cores neutras, Base apresenta modelos-chave que prometem ajudar a mulher a se munir de uma seleção de peças bem selecionadas, atemporais e charmosas. “A ideia da coleção é facilitar a vida das mulheres que sentem falta de uma estrutura em seus armários”, conta. 

Em resumo: Base apresenta uma curadoria de roupas clássicas que não saem de moda e que permitem inúmeras possibilidades com uma seleção cuidadosa de calças em alfaiataria, blazers, camisas e até lenços.

Neste bate-papo, ela fala sobre o processo de consultoria de imagem, a busca de um estilo próprio e elegante, a importância de tudo isso para a autoestima e sua Collab com a Bianza. 

O que é a Consultoria de Imagem?

É um serviço personalizado que auxilia pessoas que estão inseguras em relação à imagem que estão transmitindo. É um processo com várias etapas, que tem como objetivo identificar o estilo da cliente e construir uma imagem coerente, consistente, harmônica e estratégica para seus objetivos pessoais e profissionais. 

Como encontrar o estilo e como esse conhecimento pode impactar na construção da imagem pessoal de alguém?

Na consultoria, aplico a minha metodologia e ferramentas capazes de revelar o estilo de cada cliente. Ao ter clareza sobre qual estilo representa sua identidade, a cliente sente-se muito mais segura para se apresentar, mais direcionada para escolher o que comprar e mais confiante para se vestir. 

O que é Colorimetria pessoal e como ela pode ajudar na busca pelo estilo próprio?

A análise de coloração pessoal é uma técnica que consiste basicamente em encontrar as melhores tonalidades de cores para cada pessoa. O teste investiga as características da beleza natural da mulher e usa tecidos próprios para comparar o efeito que a luz irradiada pela cor proporciona no rosto. Alguns tons podem ressaltar manchinhas, marcas de expressão e olheiras, enquanto outros tons criam um efeito de pele uniforme, rejuvenescida e iluminada. Ao ter conhecimento sobre as cores mais favoráveis para si, a cliente consegue escolher o tom ideal para seu cabelo, maquiagem e roupas para ter um visual mais harmônico e equilibrado. 

Como alcançar uma imagem mais elegante? Por muitos anos, acreditamos que seria uma vocação, mas seria essa uma habilidade a ser desenvolvida?

Sim, muitos ainda pensam que é um atributo nato, que uma pessoa já nasce assim e não fez nenhum esforço para tal. Mas, a minha experiência e metodologia comprovaram que é possível aprimorar e desenvolver essa característica em qualquer mulher que queira se tornar mais elegante. 

Como essa mudança social impactou no seu trabalho? Percebe ou recebe novas clientes desses biótipos mais autoconfiantes em busca de encontrar seu estilo próprio?

Não percebi a mudança no biotipo das mulheres que procuram meu trabalho, porque ele sempre foi muito diversificado. O que mudou é que agora temos mais opções de lojas e marcas que atendem à demanda por roupas de modelagem plus size. Há alguns anos, esse era um grande desafio, pois era preciso procurar costureiras para confeccionar roupas sob medida para a cliente que vestia manequim acima de 46. Hoje, também vemos mais modelos com corpos reais na mídia de moda e isso é fundamental para que as mulheres se sintam representadas. Ter referências estéticas mais próximas da realidade é benéfico para a autoestima de mulheres que antes se sentiam tão distantes do padrão de beleza imposto. 

Ultimamente o mercado de moda também tem discutido mais sobre tendências x moda atemporal. É possível conciliar os dois na busca por um estilo mais autêntico? 

Assim como na construção civil, é necessário subir as paredes é preciso fazer um alicerce, acredito que antes de erguer os pilares do estilo, uma mulher deve ter em seu closet uma base. Isso que eu chamo de peças base, roupas versáteis, atemporais, lisas e básicas. Depois que você já tiver essa base, fica muito mais fácil acrescentar peças statement, tendências e peças diferenciadas que traduzem sua identidade e declaram seu estilo. O que acontece é que muitas vezes, as mulheres só compram as tendências da moda e peças elaboradas. Aí, na hora de criar as produções, fica muito mais difícil combinar as peças, pois falta essa base.

A coleção Base pode ser encontrada no e-commerce da marca: bianza.com.br 

Fotos: Priscila Jorge

Confiras outras entrevistas do mundo da moda (AQUI)