Praça Sete Instrumental agita programação do centro cultural do Cine Brasil

As apresentações online acontecem no canal no Youtube, gratuitamente, sempre às quintas-feiras, de 20 de maio a 22 de julho.

Da Redação | 17/05/2021

Angelo Silva

O Cine Theatro Brasil Vallourec lança neste mês de maio uma série especial do Praça Sete Instrumental Live. As apresentações online acontecem no canal do centro cultural no Youtube, gratuitamente, sempre às quintas-feiras, de 20 de maio a 22 de julho, a partir das 20h.

No ‘Praça Sete Instrumental: de norte a sul, de leste a oeste’, artistas da música instrumental e cantores de distintas regiões de Belo Horizonte, em diferentes estilos musicais, se unem em uma programação que trata uma Belo Horizonte plural.

O cenário é a porta de entrada do Cine Theatro Brasil Vallourec e, ao fundo, a Praça Sete de Setembro — o marco zero da cidade.

Esta é a terceira temporada do projeto, que começou em maio de 2020. Diversos nomes da música mineira passaram por ele, entre eles Chico Amaral, Thiago Delegado, Nath Rodrigues, Renato Caetano, Assanhado Quarteto, Laura Catarina e a banda Soul Much Blues.

Todas as lives ficam disponíveis no canal do YouTube do Cine Theatro Brasil Vallourec, para o público compartilhar e ver mais vezes.

A programação completa será divulgada em breve.

Memórias de BH

O projeto vai de encontro a uma onda de mudança em que o centro cultural se torna um canal para a cidade e seus agentes de transformação. Segundo os organizadores, ele também abre caminho para memórias e cativa novas gerações de apaixonados por Belo Horizonte.

O objetivo é construir junto com o público e com agentes culturais um novo lugar de possibilidades para pessoas, empresas e empreendedores.

Serviço

  • Praça Sete Instrumental: de norte a sul, de leste a oeste;
  • Local: Canal do Cine Theatro Brasil Vallourec no Youtube (link AQUI);
  • Data: Quintas-feiras de 20 de maio a 22 de julho;
  • Ingresso: Gratuito;
  • Iniciativa: Cine Theatro Brasil Vallourec, com patrocínio do Instituto Unimed-BH e da Vallourec (ambos via Lei Federal de Incentivo à Cultura).

Foto: Flávio Charchar

Confira outras matérias sobre música AQUI.

Mais Notícias