População adulta de Minas deve receber 1ª dose neste ano

Da Redação | 08/06/2021

Até o terceiro trimestre deste ano, todo mineiro acima de 18 anos deve ser vacinado. É o que informou o secretário de Estado de Saúde, o médico Fábio Baccheretti, nesta terça-feira, 8, durante uma entrevista coletiva à imprensa, na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte. “A expectativa é que de outubro a dezembro todo mineiro tenha recebido a primeira dose, obviamente vinculado ao calendário do Ministério da Saúde, se ele for cumprido”, disse.

De acordo com Bacheretti, essa previsão só é possível porque o Ministério da Saúde sinalizou o envio de mais doses a partir deste mês. “A expectativa nos próximos meses é de 5 milhões para julho, e em agosto e setembro chegue a 7 milhões de doses. Nesse ritmo de 4, 5 milhões de doses, a gente percebe que conseguimos vacinar toda a população pelo menos com a primeira dose”, conclui. 

Na ocasião, o secretário também detalhou a situação da pandemia de covid-19 em Minas Gerais e admitiu certa preocupação com a alta de números de casos de covid-19 no estado. Segundo Bacheretti, a tendência é que daqui a duas semanas Minas comece a sofrer os impactos das aglomerações do feriado prolongado de Corpus Christi. 

Minas é o 2º estado do país na vacinação contra a covid

Atrás apenas de São Paulo, Minas Gerais é o 2º estado do país na aplicação de vacinas, conforme o Ministério da Saúde. Os dados federais indicam que 4.554.606 mineiros tomaram pelo menos a primeira dose dos imunizantes. Dessas pessoas, 2.125.841 já completaram o esquema vacinal contra o coronavírus e receberam também a segunda dose.

O intervalo mínimo de aplicação entre as doses vai de 15 dias, para CoronaVac, até 12 semanas, para Pfizer e AstraZeneca.

O governador Romeu Zema ressalta o esforço do Governo de Minas para acelerar o processo de imunização.

“A vacinação é a única solução definitiva para a pandemia. Por isso temos direcionado todo o esforço do Estado para que a distribuição das vacinas ocorra com a maior agilidade possível. Disponibilizamos todas as aeronaves para levar as doses com rapidez e segurança aos municípios. Nosso objetivo é salvar vidas”, frisa.

Mesmo com o progresso na imunização, o governador pede que a população siga adotando as medidas de segurança contra a disseminação da covid-19, como uso de máscara e álcool em gel 70%, além de evitar aglomerações.

22ª remessa

Nesta segunda-feira, 7, Minas Gerais deu continuidade à distribuição das vacinas que integram a 22ª remessa enviada pelo governo federal. A previsão é que todas as Unidades Regionais de Saúde do estado tenham retirado os produtos na Central Estadual de Rede de Frio.

O lote dessa remessa tem, ao todo, 650.510 doses, sendo 588.500 da AstraZeneca, e outras 62.010 doses da Pfizer. Essa é a maior operação de vacinação da história de Minas Gerais.

As vacinas da AstraZeneca são destinadas à continuidade da imunização de grupos prioritários, como pessoas com comorbidade e deficiência, e também ao início da vacinação de trabalhadores da Educação do ensino básico. Já as doses da Pfizer vão para trabalhadores do transporte aéreo, gestantes e mulheres que acabaram de dar à luz com algum acometimento na saúde, pessoas com deficiência permanente e com comorbidades.

Acompanhe o quantitativo de cada remessa:

1ª remessa

577.480 doses da CoronaVac em 18/1/2021

2ª remessa

190.500 doses de AstraZeneca em 24/1/2021

3ª remessa

87.600 doses da CoronaVac em 25/1/2021

4ª remessa

315.600 doses da CoronaVac em 7/2/2021

5ª remessa

220.000 doses da AstraZeneca e 137.400 doses da CoronaVac em 23/2/2021

6ª remessa

285.200 doses da CoronaVac em 3/3/2021

7ª remessa

303.600 doses da CoronaVac em 9/3/2021

8ª remessa

509.800 doses de CoronaVac em 17/3/2021

9ª remessa

86.750 doses da AstraZeneca e 455.800 doses da CoronaVac em 20/3/2021

10ª remessa

116.600 doses de AstraZeneca e 359.000 doses de CoronaVac em 26/3/2021

11ª remessa

73.250 doses de AstraZeneca e 943.400 doses de CoronaVac em 1/4/2021

12ª remessa

257.750 da AstraZeneca e 220.400 da Coronavac, em 8/4/2021

13ª remessa

426.000 da AstraZeneca e 275.200 da CoronaVac, em 16/4/2021

14ª remessa

316.750 doses da AstraZeneca e 73.800 da CoronaVac, em 23/4/2021

15ª remessa

578.000 doses da AstraZeneca e 11.800 doses da Coronavac, em 29/4/2021

16ª remessa

30.400 doses da Coronavac, em 1/5/2021 e 676.250 doses da AstraZeneca, em 03/5/2021

17ª remessa

50.310 doses da Pfizer, em 03/5/2021

18ª remessa

396.500 doses da AstraZeneca, em 06/5/2021 e 100.200 doses da Coronavac, em 08/5/2021 e 112.320 doses da Pfizer, em 10/5/2021

19ª remessa

422.750 doses da AstraZeneca, em 13/5/2021, e 207.800 doses de Coronavac.

101.600 doses da Coronavac, em 14/5/2021.

20ª remessa

435.500 doses da AstraZeneca, 8.200 doses da Coronavac e 64.350 doses da Pfizer, em 18/5/2021

21ª remessa

561.750 doses da AstraZeneca e 60.840 doses da Pfizer, em 26/5/2021

22ª remessa

588.500 doses da AstraZeneca, em 02/6/2021

62.010 doses da Pfizer, em 03/6/2021

Total: 10.700.960 doses

Foto: Reprodução Facebook/ Secretaria de Saúde de Minas Gerais

Confira outras notícias (AQUI)

Mais Notícias