Políticas de investimentos de Minas Gerais recebem premiação internacional

Iniciativas “Retenção e Expansão” e “Why Minas Gerais” são reconhecidas e destacadas pelo Conselho Internacional de Desenvolvimento Econômico.

Da Redação | 08/10/2021

O Conselho Internacional de Desenvolvimento Econômico (IEDC) premiou duas iniciativas da atual gestão do Instituto de Desenvolvimento Integrado de Minas Gerais (Indi), que é a agência de promoção de investimento e comércio exterior do Estado.

O reconhecimento destaca as melhores ações de governos e empresas para o desenvolvimento e foi entregue no último dia 5 de outubro, em Nashville (EUA), durante a conferência anual do IEDC. É a primeira vez que uma instituição brasileira é agraciada pela instituição.  

O Indi conquistou a prata na categoria “Iniciativas de Retenção e Expansão”, com case sobre ações de promoção de atração de investimentos relacionadas a projetos de e-commerce.

Já na categoria que avalia os materiais impressos de divulgação, o guia “Why Minas Gerais” recebeu o prêmio bronze. O documento destaca os atributos que fazem de Minas Gerais um lugar único para investir, com informações estratégicas de setores como educação, mercado de trabalho, vocações econômicas regionais, infraestrutura e muito mais Na atual gestão, até aqui, o Estado já recebeu investimentos de empresas de 19 nacionalidades diferentes.

 “O desenvolvimento econômico está cada vez mais fortalecido. A premiação internacional é resultado do trabalho responsável que o Governo de Minas Gerais está desempenhando. Esse reconhecimento mostra que estamos no caminho certo para o crescimento e a geração de emprego e renda. Um estado mais simples, desburocratizado e atrativo para os investidores”, frisa secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passalio.

O diretor-presidente do Indi, João Paulo Braga, salienta que esta gestão do Governo do Estado conseguiu desburocratizar o ambiente de negócios e melhorar as condições de atuação de empresas em vários setores, e lembra que os bons resultados dessa política podem ser sentidos na prática.

Foto: Divulgação / Indi