PBH amplia vacina para trabalhadores da Saúde e pessoas com comorbidades

O cadastro de pessoas com comorbidades, gestantes e puérperas será reaberto assim que a Secretaria Municipal de Saúde receber informações de novas remessas para vacinar esses grupos.

Da Redação | 04/05/2021

Vacina contra novo coronavírus

A Prefeitura de Belo Horizonte começa a ampliar a imunização para trabalhadores da saúde acima de 18 anos – cadastrados no site da Prefeitura até o dia 28 de abril às 23h59 – e pessoas com comorbidades, além de grávidas e puérperas. Isso porque a capital acaba de receber nova remessa de vacinas contra a Covid-19 (AstraZeneca e Pfizer).

A imunização deve seguir a seguinte programação:

  • Trabalhadores da saúde acima de 18 anos (cadastrados no site da prefeitura até 28 de abril às 23h59): quarta-feira, dia 5, e quinta-feira, dia 6;
  • Pessoas com comorbidade (cadastradas até 3 de maio às 23h59): sexta-feira, dia 7, e sábado, dia 8. 

Trabalhadores da saúde 

Para receber a primeira dose da AstraZeneca, o trabalhador da saúde cadastrado deve cumprir os seguintes requisitos: 

  • ser trabalhador da saúde em atividade em estabelecimentos de saúde de Belo Horizonte;
  • ter preenchido o cadastro para a vacinação de trabalhadores da saúde, de forma válida, até 23h59 de 28 de abril;
  • ter completado 18 anos ou mais até 31 de maio;
  • não ter recebido vacina contra a Covid-19;
  • não ter recebido qualquer outra vacina nos últimos 15 dias;
  • não ter tido Covid com início de sintomas nos últimos 30 dias. 

A imunização dos trabalhadores da saúde será feita em nove pontos fixos, das 7h30 às 16h30. Já o horário de funcionamento dos pontos drive-thru é das 8h às 16h30. Os endereços estão disponíveis no portal da Prefeitura (AQUI). No momento da vacinação, o trabalhador precisa levar: 

  • Documento de identificação com foto;
  • Registro no conselho profissional (para profissionais de saúde); e
  • Documento que comprove a vinculação ativa do trabalhador com serviço de saúde localizado em Belo Horizonte por meio da apresentação de: 
  • Comprovante de pagamento (contracheque) emitido nos últimos 3 meses; ou
  • Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) com especificação da função; ou
  • Contrato de trabalho; ou
  • Relatório do CNES; ou
  • Declaração de Imposto sobre a Renda – Pessoa Física 2020 – ano-calendário 2019, ou 2021 – ano-calendário 2020, com a identificação da ocupação principal declarada; ou
  • Declaração de vinculação ativa como trabalhador de saúde emitida pelo serviço de saúde (conforme modelo). 

Caso o trabalhador cadastrado não compareça aos pontos de vacinação nessa data, é necessário procurar um dos locais disponíveis nesta lista, levando todos os documentos, entre 7h30 e 16h30. 

Pessoas com comorbidades 

A Prefeitura aguarda o encerramento do cadastro de pessoas com comorbidades, grávidas e puérperas até as 23h59 desta segunda-feira, dia 3, para definir as melhores estratégias de imunização do público. As pessoas de 18 a 59 anos com deficiência permanente beneficiárias do BPC não precisam se cadastrar. A vacina usada será, preferencialmente, do laboratório Pfizer. 

Para ser vacinado será necessário, além de realizar o cadastro, reunir documentos para comprovar a condição (exames, receitas, relatório médico e/ou prescrição médica) e ficar atento ao calendário de vacinação que acontecerá em duas fases, seguindo orientação do Ministério da Saúde, e conforme a disponibilidade de vacinas pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI). 

Na fase I, serão vacinados proporcionalmente, de acordo com o quantitativo de doses disponibilizado: 

  • Pessoas com Síndrome de Down entre 18 e 59 anos;
  • Pessoas com doença renal crônica em terapia de substituição renal (diálise) de 18 a 59 anos;
  • Gestantes e puérperas com comorbidades, a partir de 18 anos;
  • Pessoas com comorbidades de 55 a 59 anos;
  • Pessoas com deficiência permanente beneficiárias do programa Benefício de Prestação Continuada (BPC) de 55 a 59 anos. 

Na fase II, serão vacinados proporcionalmente, de acordo com o quantitativo de doses disponibilizado, segundo as faixas de idade de 54 a 50 anos, 49 a 45 anos, 44 a 40 anos, 39 a 30 anos e 29 a 18 anos: 

  • Pessoas com comorbidades;
  • Pessoas com deficiência permanente beneficiárias do programa Benefício de Prestação Continuada (BPC);
  • Gestantes e puérperas independentemente de condições pré-existentes. 

O cadastro de pessoas com comorbidades, gestantes e puérperas será reaberto assim que a Secretaria Municipal de Saúde receber informações de novas remessas para vacinar esses grupos.

As pessoas com comorbidades com 60 anos ou mais já estão contempladas na priorização por faixa etária. Já o público incluído como prioritário para vacinação contra a Covid-19 neste grupo, são os indivíduos que se enquadram em uma ou mais condições de saúde, que podem ser verificadas (AQUI). 

Chega a primeira remessa de vacinas da Pfizer

O Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, recebeu nesta segunda-feira, 3, a primeira remessa de vacinas da Pfizer com cerca de 50 mil doses.

Essa é a 11ª remessa de vacinas que chega ao aeroporto. Como das últimas vezes, toda a carga foi encaminhada à Central de Rede de Frio da Secretaria Estadual de Saúde (SES) para envio às Unidades Regionais de Saúde (URS) de Minas Gerais. 

Remessas de CoronaVac

Seguindo a orientação do Plano Nacional de Imunização, a Secretaria Municipal de Saúde não guardou as segundas doses de CoronaVac para os públicos de 67, 66, 65 e 64 anos. Tão logo as vacinas sejam entregues, haverá continuidade da aplicação de segundas doses do imunizante.

Sendo assim, é imprescindível que novas remessas de vacinas sejam entregues pelo Ministério da Saúde. A Prefeitura comunicou a disponibilidade de pessoal e de todos os insumos necessários para a imediata continuidade do processo.

Linha do tempo 

  • No dia 18 de janeiro, em um momento histórico, o aeroporto recebeu 577.480 doses da CoronaVac.  
  • Em 24 de janeiro, uma aeronave chegou com 190.500 doses da vacina de Oxford, importada da Índia.  
  • No dia 25 de janeiro, o aeroporto recebeu uma nova remessa de vacinas com 87.600 doses da CoronaVac.  
  • No dia 7 de fevereiro, o aeroporto recebeu aeronave com 315.600 doses de CoronaVac.  
  • Em 24 de fevereiro, chegaram 357.400 doses de vacinas, sendo 220 mil da AstraZeneca/Fiocruz e 137.400 da CoronaVac.  
  • Em 3 de março, foram 285.200 doses de CoronaVac.  
  • No dia 9 de março, chegaram 303.600 doses de vacina CoronaVac ao aeroporto. 
  • Em 17 de março, foram 509.800 doses da CoronaVac. 
  • No dia 20 de março, chegaram ao aeroporto 542.550 mil doses da CoronaVac. 
  • No dia 26 de março, chegaram 116.600 doses da AstraZeneca/Fiocruz e mais 359 mil doses da vacina CoronaVac. 

Foto: Pixabay

Confira outras notícias (AQUI)

Mais Notícias