Pandemia reforça tendência dos empreendimentos de uso misto

Da Redação | 08/02/2021

Ainda não sabemos como será o mundo pós-pandemia e seu reflexo nos setores que movimentam a economia do país. No que diz respeito ao mercado imobiliário, os impactos da Covid-19 revelam novas formas de morar e necessidades que estão moldando tendências. Uma que já vem se tornando aposta no setor é a construção de empreendimentos de uso misto ou mixed-use

“Esses projetos seguem o conceito work, play, life (trabalho, lazer e vida) e estão crescendo com maior intensidade principalmente com a popularização do home office”, destaca Guilherme Pimentel, diretor comercial do Grupo EPO, que completará, neste ano, 29 anos de atuação no mercado imobiliário mineiro.

Um dos grandes projetos da construtora nesse nicho é o Navegantes, localizado na região da Lagoa dos Ingleses, entre Nova Lima e Itabirito, em Minas Gerais.  O empreendimento faz parte do CSul Lagoa dos Ingleses, o maior projeto de desenvolvimento urbano sustentável da América Latina,  que segue os conceitos do novo urbanismo e irá desenvolver a região com novos bairros planejados que contemplam empreendimentos residenciais, comerciais, industriais, culturais e de lazer, pautados pela sustentabilidade, trazendo fomento e diversificação econômica para toda região.

As pessoas já estão se encaixando em um novo normal, e mudaram sua mentalidade em relação a forma de morar e trabalhar. “A construção desse tipo de empreendimento deve ser vista como uma linha de negócios com identidade própria. Quem opta por um empreendimento deste modelo busca trabalhar e/ou morar em localizações privilegiadas com muito conforto e qualidade mas, acima de tudo, com praticidade, por isso, o empreendimento tem de ser inovador”, explica Guilherme Pimentel.

A obra do Navegantes foi dividida em duas fases. A primeira etapa, já finalizada e em funcionamento, contempla um centro comercial, com lojas como: Supermercado Super Nosso, Drogaria Araujo, Lojas Americanas, Kopenhagen, Hermes Pardini, 5àsec, Store. 

Para a segunda fase, está prevista a construção de espaços corporativos e apartamentos. Guilherme pontua que o projeto é benéfico tanto para os usuários finais, quanto para os investidores. “Imagina que seu meio de transporte diário para o trabalho é a escada ou o elevador? Este é um dos privilégios para quem mora ao lado do trabalho. Afinal, ninguém quer passar tanto tempo no carro entre o trabalho e a casa”, observa. 

O diretor do Grupo EPO enfatiza que quem compra uma sala comercial num projeto como esse sabe que poderá atender parte dos moradores do prédio residencial. “Para investidores e empreendedores, fica a certeza de ter um bom público inicial para se relacionar e apresentar seus produtos e serviços. Além disso, comerciantes e profissionais que possuem salas comerciais num mixed-use contam com toda infraestrutura de segurança e monitoramento para clientes e profissionais”, ressalta. 

Contemporâneo

Outro empreendimento misto do Grupo EPO é o Contemporâneo, que está sendo erguido em uma localização privilegiada, no coração de Contagem – Avenida João César de Oliveira, 5700. O complexo, projetado pela BHZ Arquitetura, ocupará uma área de 20 mil m² e terá um strip mall, uma operação do Centro Universitário UNA e uma torre com 18 pavimentos, com salas comerciais e apartamentos studios. 

“Elaboramos o Contemporâneo para atender à crescente demanda por comércio, serviço, lazer ou entretenimento, na região. É um empreendimento ideal para quem quer morar próximo ao trabalho e com infraestrutura para quem deseja montar um escritório”, conta Guilherme Pimentel.

As lojas do mall serão inauguradas ainda no primeiro semestre deste ano e a torre residencial no final de 2022.

Confira outras notícias (aqui)

Mais Notícias