Outubro rosa: a luta contra o câncer não pode esperar

O diagnóstico precoce é uma das principais ferramentas no combate ao câncer de mama, que, quando descoberto no início, tem 95% de chance de cura

Da Redação | 16/10/2020

Saúde. Neste ano, em um contexto atípico, a pandemia do novo coronavírus fez com que muita gente adiasse suas consultas e exames regulares, dificultando o diagnóstico de doenças como o câncer. No entanto, o outubro rosa sempre vem traz o alerta: a mulher precisa cuidar da sua saúde e fazer a prevenção necessária contra o câncer de mama.

De acordo com as sociedades brasileiras de Patologia e Cirurgia Oncológica, só entre março e maio deste ano, 50 mil diagnósticos deixaram de ser feitos no país.

A pandemia não pode parar a luta contra o câncer e nem os cuidados diários com a saúde. Por isso, o Hermes Pardini reforça essa mensagem a todas as mulheres. Aquelas que ainda não fizeram a consulta e os exames de rotina neste ano, podem aproveitar a oportunidade do Outubro Rosa, em que o laboratório chama atenção para o check-up laboratorial rotina mulher.

O programa inclui dez exames indispensáveis para verificar se está tudo bem com a sua saúde: colesterol total e frações, creatinina, glicemia jejum, hemograma, T4 livre, transaminase oxalacética, transaminase pirúvica, triglicérides, TSH ultrassensível e urina rotina.

Segundo o coordenador médico do Espaço Mulher do Hermes Pardini – unidade especializada em atendimento a mulheres e referência no diagnóstico das doenças da mama, Claudio Saliba de Avelar, o câncer de mama é uma doença resultante da multiplicação de células anormais da mama, que formam um tumor com potencial de invadir outros órgãos. A maioria dos casos tem boa resposta ao tratamento, principalmente quando diagnosticado no início.

“O diagnóstico precoce é uma das principais ferramentas no combate ao câncer de mama, que, quando descoberto no início, tem 95% de chance de cura. Não deixe que a pandemia atrapalhe a luta contra o câncer. Não adiem mais seus exames. O melhor tratamento é sempre a prevenção”, ressalta.

Leia também: O dilema da Harmonização Facial: embelezamento natural versus exageros estéticos

Aproveitando a oportunidade de abordar sobre a saúde da mulher, o médico destaca que cerca de 100% dos casos de câncer de colo do útero são causados pelo HPV. “Previnam-se com a vacina HPV. Estima-se que a vacinação ajude a salvar de 2 a 3 milhões de vidas por ano.

CAUSAS DO CÂNCER DE MAMA

Diversos fatores estão relacionados ao câncer de mama, tais como sedentarismo, consumo de bebida alcoólica, exposição frequente a radiações ionizantes (raios-X, por exemplo), obesidade e histórico familiar. O risco de desenvolver a doença aumenta com a idade.

SINAIS E SINTOMAS

Embora alterações nas mamas não signifiquem necessariamente câncer de mama, há uma série de sinais que, se identificados, precisam ser investigados o quanto antes:

  • • Alterações no mamilo
  • • Pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja
  • • Pequenos nódulos na região embaixo dos braços (axilas) ou no pescoço
  • • Saída de líquido anormal das mamas

­VOCÊ SABIA?

  • • É comum que uma das mamas seja maior do que a outra ou que tenham formatos diferentes.
  • • A maior parte dos cânceres de mama é descoberta pelas próprias mulheres.
  • • Um em cada três casos de câncer pode ser curado se for descoberto logo no início.
  • • O câncer de mama é o tipo mais comum (depois do câncer de pele) e também o que causa mais mortes por câncer em mulheres.
  • • Homens também podem ter câncer de mama, embora seja raro (apenas 1% dos casos).

AUTOEXAME

O autoexame das mamas é uma ferramenta importante para a detecção precoce e prevenção do câncer, assim como a consulta regular ao ginecologista.

Mais Notícias