Os Faraós de Minas

Humberto Alves Pereira Filho | 27/09/2021

diretor Humberto Alves Pereira Filho

Minas não é gerais apenas em minério, metais, gemas, rochas e pedras. Como decifrou Guimarães Rosa, Minas são muitas. Em várias e incontáveis vocações.

Minas pode estar um vulcão adormecido, mas é uma potência política e econômica. É Arte, Cultura, Gastronomia e Turismo. E Futebol! “Caminhamos para frente, arrastando a tradição”.

O mineiro sabe conversar, contar, seduzir, atrair e inventar. É inconfidente, moderno e eterno.

“Minas é metrópole, sem perder o jeitão de interior. Minas só não é mar, mas já foi. Pior pro mar, que deixou de banhar Minas”.

Na esteira de Guimarães Rosa, vem Carlos Drummond de Andrade para terminar esta conversa e começar outra: “Ninguém sabe Minas. Só mineiros sabem. E não dizem nem a si mesmos o irrevelável segredo chamado Minas”.

Continuemos com outras especialidades e particularidades de Minas.

Minas é a terra dos bancos, até na “ópera” do Chico Buarque: “Que tal juntarmos esses capitais, pra abrir um banco em Minas Gerais?”.

Tudo passa, passou ou passará por Minas que também é Política. Política do presidente construtor, Juscelino Kubitscheck que usou Belo Horizonte como laboratório para construir Brasília, uma cidade única em Arquitetura.

E finalmente, chegamos ao tema de hoje, Minas que constrói o Brasil, desde as cidades históricas, até a Selva de Pedras Preciosas que é Belo Horizonte.

Nós não temos uma Torre Eiffel, um Coliseu, um Empire States, uma avenida Paulista e muito menos um Pão de Açúcar, que já é da esfera de Deus.

Mas temos montanhas como catedrais e muitos faraós que, no lugar de pirâmides, erguem verdadeiras obras de arte de concreto, ferro e vidro, com vista para nosso mar de montanhas e até mesmo para o mar de verdade. Melhor pro mar, porque se a montanha não vai a Maomé…

Então Palmas para a mineiríssima Patrimar que, para rimar, invadiu o mar do rio. O mar e a praia do Rio de Janeiro, o segundo lar de todo mineiro, todo brasileiro.

Palmas para os Meninos do Rio e da Patrimar, o CEO, Alex Veiga e o diretor comercial, Lucas Couto.

Palmas para a nova criança da dupla, o Oceana Golf, um éden de luxo, no paraíso da esplendorosa Barra da Tijuca, Rio de Janeiro.

Sem esquecer também de aplaudir outros faraós da nossa engenharia, sinônimo de qualidade em todo o Brasil. Estou elogiando, claro, a gigante e múltipla MRV; a pioneira Líder, a Somattos, Direcional, Agmar, Conartes, Caparaó, Canopus, Concreto, Paranasa. Falta terreno, canteiro de obras e memória para falar de todas. E isso é ótimo!

Fiz uma visita virtual ao Oceana Golf e me senti num filme de arte e ação em Miami. Sem palavras! E aqui, sem uma imagem que vale cem ou mil palavras, peguei, no próprio site da Patrimar, um tira-gosto, a melhor definição do “padrão FIFA de nossa engenharia”.

“O Oceana Golf é um sofisticado condomínio ‘absolut design’ bem ao lado do Golf Olímpico da Barra, possui apartamentos panorâmicos e vistas espetaculares. Projeto arquitetônico moderno e exuberante paisagismo, decoração luxuosa de interiores, infraestrutura segura e acesso exclusivo”.

Uma confissão: inveja saudável de quem vai morar e viver no Oceana. Recomendo o vídeo de apresentação que parece filme de James Bond, sem violência. Onde o próprio Alex Veiga, como galã, apresenta um empreendimento deslumbrante, em um cenário maravilhoso, na Cidade Maravilhosa, um belo horizonte sem fim.

“Da matéria prima à obra prima”. É Minas da Patrimar; Rio e São Paulo de três mestres; o arquiteto Alexandre Feu; o paisagista, Benedito Abbud e a designer de interiores, Débora Aguiar.

“A nova arte de viver, com vista eterna para o infinito”.

OK! Vocês vão falar que construir no paraíso é covardia, de tão fácil.

É fácil quando se sabe. E aqui entre nós, modéstia às favas, os cariocas vão saber enfim, com os mineiros, não o que é Minas, mas com quantos paus se faz um transatlântico de luxo, “the mineiro uai of life”.

Melhor parar de babar e “bora” acertar na Mega-Sena. Fui!

Confira outros textos da coluna de Humberto Alves Pereira Filho AQUI.