Orquestra Sinfônica de Minas retorna ao palco em sua formação completa nesta quinta

O Grande Teatro Cemig Palácio das Artes já recebe, de acordo com último decreto da Prefeitura Municipal, sua capacidade total de público.

Jader Theóphilo | 25/11/2021

Após um ano e meio em remiglme remoto, os músicos da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais retornam aos palcos com sua formação completa, nesta quinta-feira, 25, no Grande Teatro Cemig Palácio das Artes.

Apresentado pela Fundação Clóvis Salgado, o inédito concerto Sinfônica Ao Vivo, acontece às 20h30 e conta com ingressos gratuitos. Essas entradas podem ser retiradas de forma on-line pelo site da Eventim, ou presencialmente, na Bilheteria do Palácio das Artes. No entanto, está limitada a dois pares de ingresso por pessoa.

O Grande Teatro Cemig Palácio das Artes já recebe, de acordo com último decreto da Prefeitura Municipal, sua capacidade total de público.

A regência fica à cargo do Maestro Titular da OSMG, Silvio Viegas, e o programa conta com a interpretação de uma obra inédita do maestro e compositor mineiro Rogério Vieira, Sinfonieta Solene (para metais & percussão). Também fazem parte do concerto as obras Fanfare, de Paul Dukas, Fanfare for the Common Man, de Aaron Copland, Strophe, de Johan Bartholdy, e a famosa Sinfonia Inacabada, de Franz Schubert.

Segundo Viegas, a escolha do repertório seguiu duas premissas: a utilização de toda a Orquestra, respeitando os protocolos de segurança, e a escolha de um repertório interessante tanto para o público quanto para os músicos, levando em conta que há mais de um ano e meio a OSMG não se reunia de forma completa.

Em relação ao repertório, o maestro destaca que o concerto será dividido em duas partes. “Na primeira, os metais e a percussão da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais farão três obras escritas para esta formação, sendo uma delas composta especialmente para a OSMG, que será estreada neste concerto: a Sinfonieta Solene, do compositor mineiro Rogério Vieira”, conta Viegas.

Já a segunda parte do concerto será executada em duas obras com cordas. “A primeira obra da segunda parte será com participação de piano, harpa e órgão: Strophe, do compositor Bartholdy. A segunda, para encerrar o concerto, será a Sinfonia Inacabada de Schubert, com uma formação clássica e que dará ao público o sabor de ouvir a OSMG em sua totalidade”. 

Evento com Segurança

A Fundação Clóvis Salgado estabelece uma série de normas para a volta das atividades de forma segura. Para evitar aglomerações, o teatro contará com sinalização nas áreas externas e internas. O uso de máscaras – tanto para visitantes quanto funcionários – será obrigatório do início ao fim do espetáculo. Todos os ambientes do Palácio das Artes são higienizados diariamente antes da abertura ao público. Também são disponibilizados tapetes para a limpeza de calçados, assim como álcool em gel 70% para desinfecção das mãos.

Os frequentadores também deverão seguir recomendações como evitar aglomerar e conversar, manusear telefone celular, ou tocar no rosto durante a permanência no interior do centro cultural; cobrir o nariz e a boca ao tossir ou espirrar; realizar a higienização das mãos ao entrar e sair do espaço; seguir sempre as instruções dos funcionários e não frequentar o teatro caso apresente qualquer sintoma de resfriado ou gripe

Serviço:

  • CONCERTO SINFÔNICA AO VIVO
  • Local: Grande Teatro CEMIG Palácio das Artes
  • Endereço: Av. Afonso Pena, 1537 – Centro – Belo Horizonte
  • Data: 25 de novembro de 2021 (quinta-feira)
  • Horário: 20h30 
  • INGRESSOS GRATUITOS
  • Retirada pelo site da Eventim e pela Bilheteria do Palácio das Artes
  • Limitação de dois pares de ingresso por pessoa 
  • Informações para o público: (31) 3236-7400