Mundo chora por Maradona

Ex-jogador deixa três filhas (Dalma, Gianinna, Jana) e dois filhos (Diego e Diego Fernando).

Jader Theóphilo | 25/11/2020

Esporte. Ídolos são donos de uma capacidade quase que sobrenatural de unir fãs apaixonados por onde passam. No entanto, quando essas estrelas são obrigadas a sair de campo, existe uma força que faz com que o mundo inteiro pare. Foi o que aconteceu nesta quarta-feira, 25, quando o jornal argentino Clarín, informou que o ex-jogador de futebol, Diego Maradona teria sofrido uma parada cardiorrespiratória em casa e não resistiu.

Maradona já estava com a saúde um pouco debilitada, quando no ínicio de novembro teve que se submeter a uma cirurgia , para retirada de um coagulo no cérebro. O craque permaneceu internado por dez dia, e teria tido complicações em relação a abstinência de medicamentos e bebidas.

Dono de um talento único, e de personalidade conturbada, o atleta deixou sua marca na história esportiva mundial.

Carreira

Foi em outubro, de 1960, mais precisamente no dia 30, que o mundo recebeu Maradona. O garoto, nascido em Lanús, precisou de pouco tempo para mostrar que tinha talento. Com apenas nove anos, ele já se destaca nas peladas de rua na periferia de Buenos Aires. Além disso, jogava pela equipe “Los Cebolitas”. Mas, sua carreira, de fato, começou aos 15 anos, no Argentinos Juniors.

Entre os anos de 1976 e 1981, permaneceu no Argentinos Juniors, e registrou pelo menos 116 gols, ao longo de 166 partidas. Já em 1982 foi emprestado ao Boca Juniors, onde ficou apenas uma temporada.

Vale dizer que, ainda aos 17 anos, o eterno camisa 10, chegou a ser convocado para seleção argentina, Com 19, defendeu a seleção sub-20 e, mais tarde, conduziu o time ao título mundial da categoria, na Rússia (então União Soviética), em 1979. 

De 1982 a 1985, Maradona fez sua passagem pelo Barcelona, e chegou a ter a transferência mais cara do futebol até então, estimada em US$ 8 milhões. O que, hoje, seria em torno de US$ 21,5 milhões em valores corrigidos pela inflação.

O Napoli, na Itália, foi mais um de seus destinos. Foi lá que ganhou os títulos da Copa da Uefa, dois Campeonatos Italianos, uma Copa e uma Supercopa da Itália.

Sem dúvidas, Diego Maradona foi, e continuará sendo, um dos maiores jogadores da história do futebol.

Fotos: Getty Imagens

Mais Notícias