Mineira Telemont abraça o movimento nacional “Unidos pela Vacina”

Empresa irá oferecer apoio à campanha com envolvimento de seus mais de 5 mil colaboradores.

Da Redação | 30/03/2021

Gilnei Machado

A Telemont é mais uma das empresas mineiras a abraçar o movimento nacional “Unidos pela Vacina, que lançou como desafio imunizar todos os brasileiros contra a Covid-19 até setembro deste ano.

São mais de 400 empresários brasileiros engajados. A intenção do movimento não é comprar vacinas, mas ajudar o Ministério da Saúde na implementação do Plano Nacional de Imunização (PNI).

O movimento Unidos pela Vacina é liderado pela empresária Luiza Trajano e pelo Grupo Mulheres do Brasil. Em Minas Gerais já são mais de 140 empresas que apoiam o movimento.

Infraestrutura

A contribuição pode vir em forma de apoio em infraestrutura ou logística, para que as vacinas cheguem em segurança e com rapidez a toda população, principalmente nos municípios menores e mais distantes.

“Pretendemos contribuir com a sua capilaridade em Minas Gerais em uma estrutura com mais de 5 mil colaboradores”, explica o CEO da empresa, Gilnei Machado.

O projeto “Unidos pela Vacina” é um movimento da sociedade civil que reúne centenas de entidades, empresas, associações e ONGs, unidas por um único propósito: tornar viável vacinar todos os brasileiros até setembro de 2021.
As premissas do movimento são:

  • Movimento apartidário e sem interesses comerciais;
  • Gerar engajamento com foco na solução;
  • Não reclamar nem procurar culpados;
  • Olhar para a frente, o que pode ser feito no futuro;
  • Dialogar com os governos em todas as esferas;
  • Estar aberto às mudanças ao longo do caminho para fazer melhor e mais rápido.

Atuação em rede

Os organizadores explicam que os participantes atuam em rede, com um modelo para decidir e agir rapidamente.

“Temos uma central que define as diretrizes e apoia todas estas frentes para atuação descentralizada e próxima às necessidades locais. Para articulação de medidas urgentes junto aos governantes e à sociedade civil, cada frente é liderada por renomados empresários, contando com a participação de mulheres do Grupo Mulheres do Brasil, organizações não governamentais e especialistas nos temas”, diz o texto explicativo no site da entidade.

Foto: Telemont/Divulgação

Confira a matéria sobre o projeto Unidos pela Vacina aqui.

Mais Notícias