Minas Gerais é destaque no Brasil Visto de Cima

Em ação inédita da Secult, atrativos turísticos do estado são tema de temporada exclusiva do programa

Da Redação | 30/04/2021

A mineiridade, as belezas centenárias, a rica história e os encantos peculiares de Minas Gerais, vistos por um ângulo diferenciado, vêm sendo exibidos, desde o dia 12 de abril, em rede nacional. De segunda a sexta-feira, até esta sexta, dia 30, às 21h30, os telespectadores têm encontro marcado com a temporada “Brasil Visto de Cima – Especial Minas Gerais”, no canal “Mais na Tela”, da GloboSat. A plataforma de streaming “GloboPlay” também irá veicular os episódios.

É a primeira vez que o programa – produzido por meio de imagens aéreas gravadas por drones ou helicóptero – reúne, em uma só temporada, episódios específicos de uma região e leva o nome do estado brasileiro representado. O Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais (Secult), com o objetivo de promover as potencialidades turísticas do estado, deu início ao processo de naming rigths e elaborou, em parceria com a Globo Minas, a temporada “Minas Gerais”. Com a reorganização da exibição dos episódios já gravados sobre o estado, o objetivo é dar mais visibilidade aos diversos territórios mineiros e mostrar a telespectadores de todo Brasil as curiosidades, tradições e culturas que só Minas Gerais tem.

O secretário de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais, Leônidas Oliveira, afirma que esta é mais uma estratégia do Governo de Minas e secretaria de Estado de Cultura e Turismo para despertar nos viajantes e turistas o desejo de conhecer Minas Gerais.  Nosso estado oferece aos visitantes múltiplas possibilidades de experiências turísticas e o Brasil Visto de Cima, nesta temporada que conseguimos tornar exclusiva sobre Minas Gerais, faz parte do posicionamento da imagem e promoção de Minas como destino turístico. 

Os telespectadores poderão conferir destinos que envolvem mais de 60 municípios e distritos mineiros e seus atrativos, com paisagens; patrimônios histórico e da humanidade; complexo de águas e estâncias hidrominerais; manifestações culturais e religiosas; as belezas naturais, circuitos urbanos e as potencialidades dos turismos rural, de aventura e de experiência. Com grande alegria convidamos todos a assistirem a esta temporada, que concentra muito do que nosso estado tem de melhor e também que mostra o que está em todas as paisagens culturais: a mineiridade ”, ressaltou Oliveira.

Pioneirismo e potencial turístico

O diretor regional da Globo Minas, Marcelo Ligere, explica que reorganizar a exibição de episódios sobre Minas Gerais em uma temporada exclusiva do Brasil Visto de Cima para enaltecer as belezas do estado é uma ação inédita, principalmente por ser em parceria com o governo estadual. “Outros estados brasileiros podem até repetir esta fórmula, mas a inovação e o pioneirismo ficarão como marca da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais”, resumiu Ligere. 

O diretor comenta, ainda, sobre a assertividade do momento escolhido para a veiculação da temporada especial sobre Minas Gerais. “Estamos em um momento em que o isolamento social é uma condição, e a própria essência do Brasil Visto de Cima já está ligada ao distanciamento social. As imagens foram gravadas antes da pandemia, mas por serem aéreas e exigirem pouco ou nenhum contato físico com as comunidades, já trazem essa ideia de afastamento. Além disso, uma jornada turística não é algo definido da noite para o dia, pois requer planejamento e tempo para elaboração de um roteiro. Em um momento em que nunca se assistiu a tantos programas de televisão como antes e em que as pessoas estão saudosas de viajar e conhecer novos lugares, é o cenário perfeito para veicular 15 episódios sobre as belezas de Minas Gerais, até para os próprios mineiros, tamanha a diversidade de municípios, distritos e atrativos do estado. É como se a gente dissesse: ‘olha como Minas Gerais é um estado fantástico!’.

Quando a retomada das atividades turísticas for possível e segura, Minas Gerais já estará na frente por se posicionar como é, com suas vocações e seu potencial turístico veiculados em rede nacional”, concluiu Ligere, que ressalta a receptividade mineira, a cozinha mineira e a preservação de sua história como potências turísticas que diferenciam Minas Gerais de outros estados brasileiros. 

Para acompanhar a exibição do Brasil Visto de Cima Especial Minas Gerais, basta sintonizar o canal Mais na Tela, na TV por assinatura. A classificação é livre e os horários de exibição são de segunda a sexta-feira, sempre às 21h30, com reprise às 3h30 e 11h30. Outra possibilidade é buscar pelo nome do programa na plataforma de streaming Globoplay. 

Episódios

Ao todo, a temporada “Brasil Visto de Cima – Especial Minas Gerais” contempla 15 episódios, com duração média de 25 minutos cada. Depois de mostrar as cidades históricas de Ouro Preto, Mariana e São João del Rei, o programa passou pela capital, Belo Horizonte, pela Serra do Cipó – em duas partes –, pela Serra da Canastra – também com dois episódios –, pelo curso do Rio São Francisco, por cidades do Norte de Minas, por Diamantina, pelo Parque Nacional das Sempre-Vivas, na Serra do Espinhaço, pelo Serro, pela Serra da Mantiqueira e seus arredores, pelo Parque Estadual da Serra do Brigadeiro, pelo Parque Estadual do Ibitipoca e, nesta sexta, dia 30, finaliza a viagem na Zona da Mata, com cidades e fazendas centenárias que contam as histórias do tempo dos barões do café.

Para assistir, basta sintonizar no canal a cabo Mais na Tela (Claro TV e Sky:  44 / Oi TV: 130 / Vivo TV: 34) ou acessar a plataforma de streaming Globoplay.

Fotos: Alexandre Siqueira-Embratur / Sérgio Mourão / Divulgação TV Brasil

Mais Notícias