Mercantil do Brasil está entre as três melhores empresas para se trabalhar em Minas

Nesta edição, o banco conquistou o 3º lugar no ranking mineiro, na categoria ‘Grandes Empresas’.

Da Redação | 26/07/2021

O Mercantil do Brasil (MB) está novamente entre as três melhores empresas para se trabalhar em Minas Gerais, de acordo com o ranking GPTW 2021. É o quarto ano consecutivo que o banco mineiro sobe ao pódio. A premiação é organizada pelo Instituto Great Place To Work (GPTW), que pesquisa o ambiente de trabalho nas organizações.

Nesta edição, o banco conquistou o 3º lugar no ranking mineiro, na categoria ‘Grandes Empresas’, após pesquisa on-line que mediu a percepção dos funcionários em relação à empresa. Ao todo, 165 empresas de Minas Gerais concorreram ao prêmio e 60 delas entraram para o ranking. A cerimônia de premiação aconteceu no dia 20 de julho.

O reconhecimento é constante. Em 2020, de acordo com o ranking GPTW, o MB ficou entre as 35 melhores empresas do país para se trabalhar, conquistou a classificação de 6ª melhor instituição financeira do país e o 2º lugar no ranking GPTW de MG. Em 2018 e 2019, o Mercantil conquistou o primeiro lugar no ranking mineiro.

Para a gerente de talentos do Mercantil do Brasil, Camila Bertola, a premiação reforça a importância do trabalho que vem sendo feito dentro do banco para o desenvolvimento de pessoas e do ambiente de trabalho. “Acreditamos que gente é o que move a gente. Por isso, nos últimos anos, evoluímos muito o nosso relacionamento com os colaboradores e elaboramos programas focados em saúde, bem-estar, reconhecimento, respeito, valorização e desenvolvimento das pessoas. Estamos no caminho certo e fazendo a diferença para estar entre as melhores, com esforço e empenho de todos em trabalhar diariamente para tornar o ambiente ainda mais agradável e saudável”, afirma.

O Mercantil do Brasil se posiciona no mercado como o melhor ecossistema financeiro para o público 50+. Posicionamento que vem sendo acelerado com investimento em transformação digital, o desenvolvimento de novos produtos, serviços e canais de atendimento para os clientes e foco em inovação para oferecer tudo isso de forma simples e próxima.

“Todo esse trabalho só acontece por causa das pessoas. Por mais profunda que seja a transformação digital que estamos passando, a cada interação com nosso aplicativo, com o WhatsApp, com nossa inteligência artificial ou com a oferta de crédito calculada em segundos, o cliente precisa ter a certeza de que alguém pensou nele, que aquele produto ou canal foi feito para atendê-lo na sua comodidade. Por isso, no final do dia, os grandes protagonistas são nossos colaboradores, engajados no mesmo propósito de surpreender o cliente, de fazer parte de uma história e de crescer juntos”, destaca Gustavo Araújo, CEO do Mercantil do Brasil.

Seguindo esse propósito, a valorização dos colaboradores é imprescindível. “São eles que desenvolvem soluções, testam hipóteses, aprendem com cada desafio e promovem o bom atendimento ao cliente, seja direta ou indiretamente. Não é possível falarmos de transformação digital sem falar de transformação cultural. ‘Gente é o que move a gente’ e ‘brilho nos olhos’ são valores fundamentais do banco, pois são pessoas apaixonadas que são capazes de transformar a realidade e tudo o que está a sua volta”, completa o CEO.