Maquiagem em tempos de pandemia

O uso de máscara facial nos fez despedir do batonzão vermelho poderoso. a maquiagem elaborada perdeu o seu lugar!

Dani Bicalho | 08/10/2020

Beleza. Em 2020, quando o mundo virou de cabeça pra baixo e uma pandemia invadiu nossas vidas, tivemos rapidamente que nos adaptar e mudar desde os hábitos mais corriqueiros como lavar as mãos até aqueles mais dramáticos como o já famoso “ficar em casa”.

Com a rotina de maquiagem não foi diferente…O uso de máscara facial nos fez despedir do batonzão vermelho poderoso, a falta de eventos sociais fez com que o brilho das sombras e os cílios postiços perdessem o sentido e permanecessem esquecidos na gaveta por meses; a maquiagem elaborada perdeu o seu lugar!

Depois de um bom tempo onde a cara lavada reinou absoluta, os encontros virtuais, as reuniões em home office, a reabertura de algumas atividades ou simplesmente a saudade de se sentir novamente no mundo “normal” fez com que a maquiagem leve e natural fosse aos poucos sendo reintegrada no dia a dia da mulherada, afinal, nada mais na moda do que cara de saúde!

Nessa pegada do “faça você mesmo” vale investir em uma maquiagem descomplicada e natural apostando em produtos que facilitem o processo e tragam de volta aquela sensação de bem-estar!

Fica aqui então minha dica de cinco produtos capazes de transformar, sem complicação, qualquer produção:

* A água micelar limpa e prepara a pele para receber a maquiagem além de ser um ótimo demaquilante para a hora do “tira tudo”.

* Produtos como os BB Cream são super práticos e tem a capacidade de hidratar, proteger e corrigir a pele em uma tacada só já que carregam em sua fórmula hidratante, protetor solar e pigmentação de base.

* Um bom corretivo é sempre milagroso na hora de esconder as olheiras!

* O blush multifuncional pode ser usado para trazer cor às pálpebras, lábios e bochechas para um ar de saúde.

* Para finalizar o look acordei linda, uma boa máscara de cílios e voilá!

Nada melhor do que uma boa make para chacoalhar o dia e levantar o astral, bora começar?