Luzes da Liberdade, imagens do inconsciente no CCBB e O Grande Mentecapto que ganha vida no palco

BH COSMOPOLITA: Chegou a época do ano em que a cidade fica toda iluminada, as pessoas mais gentis e com vontade do encontro. Mas, para nossa BH Cosmopolita também é momento de efervescência cultural, com muitas estreias para colocar na agenda do fim do ano.

João Eugênio e Thiago Romano - BH Cosmopolita | 10/12/2021

01 /  Praça iluminada

Pelo segundo ano, a Praça da Liberdade recebe o festival Luzes da Liberdade no período natalino. Até 26 de dezembro, os quatro quadrantes da praça, assim como alguns dos equipamentos culturais que compõem o Circuito Liberdade, serão iluminados com um projeto de arte-tecnologia, que traz um novo olhar e propõe um conceito mais contemporâneo para o momento.

Destaque para a Árvore de Natal formada com painéis de led, que trazem mensagens de comunhão, os animais da fauna mineira feitos em arame do artista Zé do Arame, de Ouro Preto e os túneis iluminados que já viraram a sensação das fotos do público.

Por falar em fotos, o Luzes da Liberdade propõe a campanha #EunoLuzes, onde as pessoas postam suas fotos com a hashtag e aparecem no instagram oficial do festival.

Vale a pena dar aquela volta com a família e registrar o momento na Praça da Liberdade.

Saiba mais: Luzes da Liberdade (até 26/12 na Praça da Liberdade).

Foto: Divulgação CC / PBH

02 / Arte, loucura e afeto

Nise da Silveira foi uma psiquiatra muito importante por promover uma revolução nos tratamentos de pessoas com sofrimentos mentais por meio da arte e do afeto. Ao buscar formas de acessar as camadas do inconsciente e criar diálogo, através de ferramentas artísticas e com aplicações científicas, a médica reposicionou o conceito de loucura. Como resultado, milhares de pinturas, desenhos, esculturas e escritos de muita força foram produzidos por seus pacientes, e que estão expostos no Museu de Imagens do Inconsciente, criado por ela em 1952, na Zona Norte do Rio de Janeiro.

Até o dia 28 de março de 2022, o CCBB Belo Horizonte recebe um recorte dessa coleção com a exposição “Nise da Silveira – A Revolução pelo Afeto”. São cerca de 100 obras surpreendentes de artistas pacientes da médica, apresentadas em diálogo direto com peças de grandes nomes como Lygia Clark, Abraham Palatinik e Zé Carlos Garcia e Carlos Vergara.

A expografia da mostra constrói salas de clima único, que passeiam pela história de Nise e da arteterapia, em ambientes que contrastam a frieza de instituições de clausura e o calor e liberdade dos trabalhos da psiquiatra. Destaque para a instalação do Poço do Inconsciente: um vídeo processa, em movimentos circulares, imagens da psiquê produzidas no ateliê e projetadas num espelho d’água em forma de poço.

Saiba mais: entrada gratuita, mediante retirada de ingressos (agendamento prévio pelo site Eventim).

Foto: Rogério Von Krüger

03 / Fernando Sabino em Ópera

Fernando Sabino é um grande escritor brasileiro, com crônicas e romances que conseguem, como poucos, traduzir a alma do povo mineiro e belo-horizontino. Um dos seus maiores sucessos, o livro “O Grande Mentecapto” foi lançado em 1979 e narra as andanças e peripécias do personagem título pelo Estado, em um clima cômico e quixotesco.

Essa foi a inspiração para “Viramundo – Uma ópera contemporânea”, que será apresentada no Grande Teatro do Palácio das Artes, na sexta, 21/12, às 20h. A montagem é a reunião de cinco breves óperas de câmara que abordam diferentes passagens do enredo central, e que foram escritas especialmente para o projeto por artistas brasileiros que participaram de um ateliê de criação em dramaturgia na Academia de Óperas da Fundação Clóvis Salgado.

Para garantir unidade ao espetáculo, foi convidada a atriz, diretora e dramaturga Rita Clemente, que, segundo ela, trouxe uma abordagem de “O Grande Mentecapto” que transcende regionalismos e apresenta as diversas vozes do texto de Fernando Sabino, traduzidas pela visão dos cinco libretistas. Para dar vida à história, a Orquestra Sinfônica de Minas Gerais divide o palco com o Coral Lírico do estado, e mais solistas convidados, sob a regência do maestro Gabriel Rhein-Schirato.

Saiba mais: ingressos à venda na bilheteria do teatro e no site Eventim.

Foto: Divulgação CC / PA