Lewis Hamilton dá show em Interlagos e acirra briga pelo título da Fórmula 1

Max Verstappen lidera prova, mas é ultrapassado pelo inglês a 12 voltas do final.

Da Redação | 14/11/2021

Lewis Hamilton

Nem as punições do fim de semana impediram que Lewis Hamilton desse um show na tarde deste domingo, 14, no autódromo de Interlagos e vencesse o GP de São Paulo, a 19ª etapa do Campeonato Mundial de Fórmula 1. O inglês largou na décima posição e faturou a prova, superando Max Verstappen, da Red Bull, a 12 voltas do final.

Com a vitória, o título deste ano está cada vez mais incerto. Hamilton encostou em Verstappen, que terminou em segundo em Interlagos e ainda lidera o certame, com 14 pontos de frente (332,5 a 318,5). O finlandês Valteri Bottas, companheiro do inglês na equipe Mercedes-Benz, completou o pódio.

Apaixonado pelo Brasil declaradamente, Lewis Hamilton teve o retorno desta paixão das arquibancadas. E não é por menos: assim que cruzou a bandeirada quadriculada – que foi “comandada” pela medalhista olímpica Rebeca Andrade – pegou a bandeira do Brasil de um fiscal de pista e não a largou mais. Exibiu a verde e amarela para a torcida e se enrolou nela no pódio. Hamilton parecia ser brasileiro.

Bom começo da Red Bull

A corrida em Interlagos não poderia ter começado melhor para a equipe Red Bull. Pole, Valtteri Bottas (Mercedes) foi ultrapassado por Verstappen e algumas curvas depois por Sergio Pérez, que pulou de quarto para segundo. Mais atrás no grid, Norris, em quinto, tentou passar Sainz, tocou no ferrarista, furou o pneu e caiu para último.

Hamilton saiu em décimo (após perder cinco posições por trocar peças do motor), mas na segunda volta já era sexto. Na sequência, deixou as Ferraris para trás e o colega Bottas para ser o terceiro na volta 5.

A entrada de um safety car após toque de Yuki Tsunoda (AlphaTauri) em Lance Stroll (Aston Martin) e outro virtual após acidente envolvendo Mick Schumacher (Haas) colocou Hamilton de vez na cola das Red Bulls. O inglês passou Pérez na volta 18, mas o mexicano deu o troco por fora em um embate impressionante. No giro seguinte, porém, o piloto da Mercedes voltou a ultrapassar e consolidou o segundo lugar.

Para cima dele

Hamilton, então, partiu para cima de Verstappen. O inglês parou primeiro, na volta 27, e o holandês logo em seguida – ambos colocaram pneus duros. Com um ritmo melhor, o heptacampeão ensaiou uma aproximação e reduziu a diferença para menos de um segundo na volta 32.

A corrida ficou acirrada com Verstappen e Hamilton revezando os melhores tempos. O holandês voltou ao box primeiro, na volta 41, com o inglês parando na 43. Cinco giros depois, o heptacampeão chegou a ultrapassar o rival da Red Bull, que fechou a porta e os dois foram para fora da pista.

O inglês manteve uma perseguição alucinante a Verstappen que terminou na volta 59 das 71 previstas. Hamilton colocou de lado na reta oposta e não largou mais a ponta até receber a bandeirada da campeã olímpica Rebeca Andrade.

Faltam só três

O Mundial de Fórmula 1 terá apenas mais três etapas. A próxima acontece no Circuito Internacional de Losail, no Catar, no próximo dia 21 de novembro.

Na sequência serão disputados o GPs da Arábia Saudita (Jeddah Street) dia 5 de dezembro, e GP de Abu Dhabi (Yas Marina), dia 12 de dezembro.

Classificação do GP São Paulo de Fórmula 1 após 71 voltas

Mundial de Pilotos

  • 1) Max Verstappen, 332,5 pontos
  • 2) Lewis Hamilton, 318,5 
  • 3) Valtteri Bottas, 203 
  • 4) Sergio Pérez, 178 
  • 5) Lando Norris, 151 
  • 6) Charles Leclerc, 148 
  • 7) Carlos Sainz Jr., 139,5 
  • 8) Daniel Ricciardo, 105 
  • 9) Pierre Gasly, 92 
  • 10) Fernando Alonso, 62 
  • 11) Esteban Ocon, 50 
  • 12) Sebastian Vettel, 42 
  • 13) Lance Stroll, 26 
  • 14) Yuki Tsunoda, 20 
  • 15) George Russell, 16 
  • 16) Kimi Räikkönen, 10 
  • 17) Nicholas Latifi, 7 
  • 18) A.Giovinazzi, 1 
  • 19) Mick Schumacher, 0 
  • 20) Robert Kubica, 0 
  • 21) Nikita Mazepin, 0 

Mundial de Construtores

  • 1) Mercedes, 521,5 pontos
  • 2) Red Bull/Honda, 510,5 
  • 3) Ferrari, 287,5 
  • 4) McLaren/Mercedes, 256 
  • 5) Alpine/Renault, 112 
  • 6) AlphaTauri/Honda, 112 
  • 7) Aston Martin/Mercedes, 68 
  • 8) Williams/Mercedes, 23 
  • 9) Alfa Romeo/Ferrari, 11 
  • 10) Haas/Ferrari, 0 

Fotos: FIA / Divulgação

Confira outras matérias sobre automobilismo AQUI.