Jeep Commander de olho na liderança nacional no segmento dos SUVs

Modelo recém-lançado surpreende na fase de pré-venda com quase 3 mil unidades encomendadas em poucas horas; entregas começam em outubro.

Luís Otávio Pires | 28/08/2021

Jeep Commander

O Jeep Commander alcançou a marca de 2.800 unidades pré-vendidas nas primeiras seis horas da ação realizada nesta quinta-feira, 26, como parte do seu lançamento comercial.

As concessionárias receberam cerca de 6 mil candidatos em todo o País e a versão Overland Turbodiesel 4×4 (topo de linha) foi a mais requisitada.

Nada mal para quem pretende ser líder do segmento já no primeiro mês. Pelo menos é o que garantiu o diretor de Operações Comerciais da Jeep para o Brasil, Everton Kurdejak, durante apresentação virtual do veículo realizada nesta semana.

O novo utilitário esportivo de sete lugares começa a ser entregue, contudo, a partir de outubro nas lojas.

versões do Commander
Commander é disponível em quatro configurações (Foto: Studio Cerri)

Adversários

A Jeep considera todos os modelos quatro lugares como concorrentes, mas acredita não estarem a altura. Devido à quantidade de conteúdo e do nível de sofisticação. Para citar alguns adversários: Tiggo 8, Toyota SW4, Tiguan Allspace, Land Rover Outlander e Chevrolet Equinox.

Apesar desse otimismo, a Jeep não informa qual a expectativa de vendas em volume. “Neste momento de falta de componentes eletrônicos em nível mundial durante a pandemia, fica realmente difícil fazer projeções”, afirma Kurdejak.

Preços e versões

Disponível em quatro configurações, sendo duas turboflex e duas turbodiesel, o modelo estreia a versão top de linha Overland – a outra é a Limited, já conhecida em outros produtos da marca.

Veja todos os preços e versões:

  • Jeep Commander Limited Turbo Flex AT6: R$ 199.990;
  • Jeep Commander Overland Turbo Flex AT6: R$ 219.990;
  • Jeep Commander Limited Turbo Diesel 4×4 AT9: R$ 259.990;
  • Jeep Commander Overland Turbo Diesel 4×4 AT9: R$ 279.990.

Segundo a Jeep, para os três lotes iniciais há benefícios aos seus futuros proprietários. As três primeiras revisões são gratuitas e, além disso, para quem fez a aquisição como pessoa física, no varejo, a Jeep pagará o valor da tabela FIPE no Renegade ou Compass usados.

Fendas características

Como todo Jeep, o Commander também tem as tradicionais sete fendas na grade frontal. Os faróis são unificados e apresentam uma assinatura única. O grupo ótico é composto pelos faróis Full em LED, assim como as lanternas que trazem acabamento em cromo acetinado, com quatro refletores inferiores, sendo um com a função de seta e os outros três com luz de posição e freio.

O interior tem acabamento em couro nos painéis, apoios de braço e forros laterais. Os bancos, também em couro, possuem ainda costura aparente, com tom acobreado, bordado no encosto e nos assentos. O logotipo da Jeep vem gravado em baixo relevo (versão Limited) no banco e no apoio de braço, que ainda traz o ano de fundação da marca (1941). Na Overland, o nome da versão é que vem gravado nos bancos.

Alinhado aos bancos, também há revestimento em suede e couro no painel com costura em burnished cooper nos acabamentos em marrom e preto e em light diesel grey no acabamento em cinza. Existe ainda um filme decorativo hydrographic com acabamento metálico, que varia de acordo com o tom do interior: vertical brush com cromado cobre, silver metal brush com cromado e ainda vertical brush com cromado acetinado.

O habitáculo tem três fileiras de assentos. O porta-malas de 661 litros reduz para 233 litros quando os dois bancos da última fileira estão levantados. O novo SUV da Jeep permite o rebatimento dos assentos de oito formas diferentes. O Commander também conta espaço de porta-objetos com 31 litros de volume.

Em termos de tecnologia, a Jeep oferece para o modelo um cluster Full Digital personalizável de 10,25 polegadas e central multimídia com tela touch de 10,1 polegadas Full HD com navegação embarcada e espelhamento para Apple Carplay e Android Auto por conexão sem fio. Possui também com carregamento de smartphones sem a necessidade de cabo (por indução), mas nem por isso deixa de ter entradas USB para as três fileiras de assentos.

Para-brisas e vidros laterais térmicos, teto solar, rebatimento automático dos retrovisores, Keyless Enter ‘N Go e ar-condicionado Dual Zone com canal dedicado aos assentos traseiros completam a lista de itens do Commander.

Fala, Alexa!

No quesito conectividade, a novidade é a função “Alexa in vehicle”, que leva a assistente pessoal da Amazon para dentro. Com ela, o SUV atende aos comandos de fechar os vidros, ligar os faróis ou o motor, pedir para abrir o portão da garagem, ver a condição do tempo, procurar um restaurante ou uma farmácia, ou até mesmo acrescentar um item a uma lista de compras.

As tecnologias de direção autônoma também fazem parte deste SUV. Como as que compõem o ADAS (Sistemas Avançados de Assistência ao Motorista). São elas:

  • Controle de cruzeiro adaptativo;
  • Alerta de colisão com frenagem automática;
  • Detecção de ponto cego e de tráfego cruzado;
  • Alerta de mudança de faixa;
  • Frenagem de emergência para pedestres, ciclistas ou motociclistas;
  • Detector de fadiga do motorista;
  • Reconhecimento de placas de velocidade;
  • Comutação automática de faróis;
  • Park assist.

Dentro do L7

Os motores disponíveis para o Jeep Commander não são inéditos. Eles já equipam outras versões do Renegade e Compass, além do Toro, da Fiat.

O T270 flex já vem preparado para atender aos requisitos de emissões de poluentes do Proconve L7, previsto para janeiro de 2022. Desenvolve 185 cv de potência e 27,0 kgfm de torque.  Os modelos com este propulsor são 4×2 e têm câmbio automático de seis velocidades.

Este Commander possui também o Traction Control +, um sistema de controle de tração que atua em condições em que o veículo tenha piso de baixa aderência com o solo em uma das rodas. Ele aplica torque de frenagem na roda que está escorregando e transfere o torque para outra roda que esteja em contato com o piso.

As versões turbodiesel são equipadas com o 2.0 D380 AT9, quatro cilindros, e vêm com tração 4×4 e câmbio de nove velocidades. Também estão dentro nas normas ambientais do L7. Sua potência é de 170 cv e torque de 35 kgfm. Segundo a Jeep, o propulsor traz o sistema SCR de pós-tratamento de gases de escape e, por isso, é necessário o uso do aditivo ARLA32.

Conteúdos

Confira o nível de equipamentos presentes nas versões do Commander.

Limited

  • Rodas liga leve de 18”;
  • Conjunto óptico Full Led;
  • Cluster Full Digital de 10,25”;
  • Central multimídia de 10,1” com plataforma Adventure Intelligence;
  • Espelhamento sem fio;
  • Carregador de celular por indução;
  • Keyless Enter ‘N Go;
  • Bancos dianteiros com ajustes elétricos;
  • Abertura elétrica do porta-malas;
  • Sete airbags;
  • Seletor de terrenos com três modos (Sand/Mud, Snow e Auto);
  • Hill Descent Control.

Overland

  • Todos os conteúdos da Limited
  • Rodas em liga leve de 19”
  • Bancos em couro e suede marrom;
  • Teto solar panorâmico;
  • Sistema de som premium Harman Kardon;
  • Banco de passageiro elétrico;
  • Porta-malas com sensor de presença com tomadas de 127v;
  • Alexa in Vehicle.

Confira outras matérias de veículos da Jeep AQUI.