Hospital da Baleia reinaugura Centro de Nefrologia

Novo ambiente deve atender 420 pacientes por mês.

Da Redação | 09/11/2021

Nesta terça-feira, 9, a Fundação Benjamin Guimarães / Hospital da Baleia reinaugura o novo Centro de Nefrologia. A novidade é que, a partir de agora, o espaço tem capacidade de atendimento 25% maior.

Com 70 cadeiras de hemodiálise, o ambiente deve atender 420 pacientes por mês, em tratamento dialítico. Até então, o espaço comportava 56 cadeiras e atendia 336 pacientes. Consequentemente, o número de sessões de hemodiálise também aumentará de 52.372 para 62.500 sessões/ano. 

Todo paciente que frequenta o Centro de Nefrologia, faz sessões três vezes por semana e fica ligado à máquina durante quatro horas/dia. Além do aumento do número de cadeiras, um grande diferencial do novo Centro é o ambulatório exclusivo para atendimento dos pacientes em diálise peritoneal e transplantados. 

A reforma do espaço contou com novos revestimentos de pisos, paredes e tetos, substituição de portas, bancadas, além de novas instalações elétricas, hidráulicas, de incêndio, telefonia e T.I. Para 2022 / 2023, ainda está prevista uma segunda etapa de ampliação, no qual o Centro de Nefrologia contará com 105 cadeiras de hemodiálise. Para isso, o Hospital da Baleia aguarda o recebimento do recurso de R$ 9,5 milhões anunciado pelo Governo do Estado, fruto do acordo com a empresa Vale. Neste ano, a Sociedade Brasileira de Nefrologia alertou para a crise no setor de diálise

De acordo com a secretária geral da Sociedade Brasileira de Nefrologia, Andrea Pio, no Brasil, mais de 80% dos pacientes dialisam pelo serviço público, e há muitos anos o valor da sessão não é reajustado. A manutenção desses locais já é um desafio, tendo em vista que há uma crise financeira de longa data no setor.

O espaço levará o nome Luiz Flávio Pentagna Guimarães, membro do Conselho Curador da Fundação Benjamin Guimarães / Hospital da Baleia e, desde 1994, vem exercendo, de forma voluntária, os cargos de Diretor Financeiro e Vice-Presidente da Instituição. Luiz Flávio também é Amigo do Baleia e apoiador das causas do Hospital.

“Ampliar e revitalizar o Centro de Nefrologia era um sonho antigo da instituição. Os pacientes ficam por horas nas cadeiras de hemodiálise e o tratamento se estende por anos e anos. Esses pacientes e todos os profissionais que atuam no setor, mereciam um espaço revitalizado e mais humanizado”, explicou Tereza Guimarães Paes, Diretora-Presidente da Fundação Benjamin Guimarães / Hospital da Baleia.

Confira outras notícias (AQUI)

Foto: Comunicação Hospital da Baleia

Mais Notícias