Hipismo: Imperium conquista o Longines XTC 2021

Disputa acirrada nas provas finais define os campeões Rodrigo Lima, Lucas Teixeira Lima e Doda Miranda.

Da Redação | 20/12/2021

Equipe Intermedium

Com o trio formado pelos cavaleiros Rodrigo Lima, Lucas Teixeira Lima e Doda Miranda, a equipe Imperium sagrou-se campeã do Play Off do Longines Xtreme Teams’ Challenge 2021, que foi realizado neste último final de semana, no Doda Training Center, em Itatiba (SP).

Assim, a equipe fechou a temporada do hipismo nacional com chave de ouro, já que tinha conquistado também, por antecipação, o título do Ranking do Longines XTC, na sétima e penúltima etapa, no próprio DTC, no início de novembro.

O time criado pelo cavaleiro Doda Miranda foi o primeiro a conquistar os títulos do Ranking e do PlayOff na mesma temporada.

Vitória apertada

Mas a vitória na prova final do PlayOff não foi fácil para a equipe Imperium. Isso porque, última a entrar na pista, ela terminou os três percursos de seus cavaleiros com uma falta e quatro pontos perdidos, da mesma forma que ocorreu, no antepenúltimo percurso, com o time Artem, formado pelo trio Maria Luiza da Silva Martha Vieira, Artemus de Almeida e Gabriel de Queiroz Gouvêa.

Assim, a equipe teve que disputar um desempate final entre o seu cavaleiro Rodrigo Lima e Gabriel Queiroz. Este último foi o primeiro a entrar na pista e cometeu duas faltas ao tentar fazer um percurso rápido, com o tempo de 37,51 segundos. Já ciente que podia até cometer uma falta, o experiente Rodrigo Lima fez um percurso mais aberto e zerou com o tempo de 45,21 segundos,

Com mais este percurso perfeito, Rodrigo Lima foi o primeiro cavaleiro a não cometer faltas nas finais de todas as etapas de um campeonato do Longines XTC e do seu PlayOff.

O terceiro lugar do PlayOff do Longines XTC 2021 ficou para a equipe Exitum, formada por Luiz Felipe Pimenta Alves, André Moura e Stephan Barcha, que terminou a prova empatado com o trio da Opus (José Luiz Guimarães, Thales Marino e José Roberto Reynoso Fernandez Filho), com três faltas e 12 pontos perdidos.

No desempate, a equipe representada pelo experiente Stephan Barcha ganhou a terceira posição do pódio vencendo o desempate contra o jovem Thales Marino.

Doda Miranda integra a equipe vencedora (Foto: Felippe Saad)

Por equipes

O Longines XTC é o mais importante campeonato por equipes de hipismo do País e o que distribuí também as maiores premiações, sendo que somente nesta semana os cavaleiros que disputaram o seu PlayOff saltaram atrás de R$ 1.169 milhões.

Cada equipe pode ter até 10 cavaleiros de praticamente todas as categorias, de mirim a seniores, sendo que, em cada etapa, somente 7 participam. As provas qualificatórias são com obstáculos de 1,20, de 1,30 e de 1,40 metro de altura entre todas as equipes partipantes e a final é realizada com as oito equipes classificadas.

André Moura foi o campeão do DTC Tour 2021 (Foto: Felippe Saad)

DTC Tour

Também foi neste fim de semana a sétima e última etapa do DTC Tour 2021 no Doda Training Center, em Itatiba, com a emocionante disputa do Gauss Grand Prix 1,50 m, que teve a especial premiação de R$ 200 mil para os doze primeiros colocados, sendo R$ 60 mil para o vencedor.

Depois das duas voltas realizadas pelos 16 conjuntos que menos pontos perderam, dos 36 que competiram na primeira passagem, a vitória ficou para o conjunto André Fonseca Moura (Henessy M), que zerou a pista inicial e perdeu apenas um ponto, por excesso de tempo, na segunda.

Na realidade, André Moura foi o último cavaleiro a entrar na pista, precisando não cometer falta em nenhum dos obstáculos porque, provavelmente, não conseguiria um tempo mais rápido do que 46,34 segundos de Marcello Ciavaglia (GR Garuda), até então, o líder da competição.

Mesmo sem correr com o  seu cavalo e chegar com melhor posicionamento nos saltos, o final da disputa não perdeu em emoção, já que dos 15 cavaleiros que entraram contra ele na prova, quase nas mesmas condições, apenas 3 não derrubaram obstáculos.

Com o tempo de 55,64 segundos, André Moura terminou com 1 ponto perdido, deixando Marcello Ciavaglia, em segundo. A vitória valeu R$ 24 mil a mais no bolso, já que os prêmios eram de R$ 60 mil para o vencedor e R$ 36 mil para quem ficou atrás.

Em terceiro lugar ficou o cavaleiro olímpico Stephan Barcha (Chevaux Primavera), que tinha 5 pontos perdidos na 1ª volta e, com a sua experiência, fez a mesma tática de não correr na 2ª e, ganhou boas posições, no final, com o seu zero, no tempo de 53,15 segundos. Em quarto classificou Thiago Mattos (Hermes do Santo Antonio), com sete pontos perdidos.

Vale ressaltar que um dos conjuntos atuais que mais vencem os principais concursos do País, José Roberto Reynoso Fernandez Filho (Azrael W), derrubou um obstáculo no primeiro percurso e outro no segundo, terminando com oito pontos perdidos, na 5ª posição.

Está certo que foram leves toques, num pequeno descuido de chegada no obstáculo, o que geralmente não ocorre entre o cavaleiro e seu excelente cavalo, além, é claro, do próprio final de temporada para todos os participantes.

O sexto classificado foi Pedro Henrique de Matos (Giovana Método), também com oito pontos perdidos, mas com o tempo de 50,50 segundos, perdendo a 5ª posição para o próprio José Roberto, que fez a melhor marca da 2ª volta, com 46,27 segundos.

2022 ainda melhor

Com a presença de bom público desde o seu primeiro dia de provas, na última terça-feira, 14, o Doda Training Center teve também muitas outras atrações na 7ª etapa do DTC Tour 2021 e do PlayOff do Longines Xtreme Teams’ Challenge 2021.

No total, só desta etapa, foi distribuída uma premiação recorde em disputas de uma única semana, de R$ 1.574 milhões, sendo R$ 1.169.000,00 para o decisivo PlayOff e R$ 405 mil para as principais provas do DTC Tour.

Confira outras matérias sobre hipismo AQUI.