Grammy: Beyoncé faz história; Taylor leva álbum do ano e mais

Para seguir os protocolos de segurança, festa teve que ser adaptada.

Da Redação | 15/03/2021

Neste domingo, 14, o mundo pode conhecer os vencedores do Grammy Awards 2021. Em uma edição histórica, com quebras de recordes e em um formato adaptado, o evento contou com apresentações incríveis, homenagens e discursos emocionantes. Além disso, marcou a coroação de Beyoncé como aa cantora que mais recebeu o gramofone em toda a história do Grammy, 28 vitórias ao longo da carreira.

Para seguir os protocolos de segurança, festa teve que ser adaptada. Performances foram divididas em palcos separados e uma estrutura foi montada ao ar livre, com alguns artistas distribuídos em mesas. Todos de mascaras e respeitando o distanciamento.

Apresentado pelo comediante Trevor Noah, ao todo, foram entregue 83 prêmios, distribuídos ao longo do dia.

A abertura do evento ficou por conta do britanico Harry Styles, que recebeu seu primeiro Grammy na categoria Melhor Performance Solo de Pop, com a faixa “Watermelon Sugar”

Beyoncé

80 indicações ao Grammy e 28 vitórias, fizeram de Beyoncé a artista mais indicada ao prêmio e a cantora mais premiada da história. Para se ter uma ideia, apenas nesta edição a Hitmaker liderava a disputa, com 9 nomeações, levando quatro gramofones.

Emocionada, ela compartilhou um poderoso discurso ao vencer Melhor performance de R&B por “Black Parade”:

“Como artista, acredito que faz parte do nosso trabalho refletir a nossa época. Tem sido muito difícil. Quero erguer, animar, incentivar reis e rainhas negros e negras que inspiram o mundo e me inspiram. Trabalho desde os 9 anos de idade e essa noite é mágica. Minha filha está me assistindo, minhas duas filhas e meu filho. Blue, você também ganhou um Grammy! Estou orgulhosa, estou orgulhosa de ser a mamãe de todos vocês”

Vale dizer que Blue Ivy Carter, filha de Beyoncé também garantiu o seu primeiro Grammy. Aos 9 anos de idade, Blue venceu a categoria de Melhor Videoclipe por “Brown Skin Girl”, ao lado da mãe, e dos músicos WizKid e SAINt JHN.

Taylor Swift

Vamos de outro recorde! Taylor Swift venceu pela TERCEIRA VEZ a categoria de álbum do ano. Dessa vez, por “folklore”, disco lançado em 2020. Além disso, cativou o público com uma apresentação para lá de especial ao lado de Jack Antonoff e Aaron Dessner.

“Quero agradecer a todos os colaboradores que estão aqui. Eu me diverti muito fazendo composições, mesmo na quarentena. Agradeço meus pais, que foram os primeiros a ouvir, aos fãs, com quem me encontrei nesse mundo imaginário. É uma honra isso ter acontecido. Obrigada, Academia”.

Performaces

Com uma coreografia afiada, Dua Lipa mostrou porque tem feito tanto sucesso e entregou um medley perfeito dos seus hits no palco da premiação.  Já Cardi B surpreendeu a todos ao fazer um mashup de “Up” com “WAP”, colaboração com Meghan Tee Stalion, mas com uma surpresinha no final. É que a rapper incluiu, de surpresa, um remix de Pedro Sampaio com o funk brasileiro.

Com tudo isso, quem roubou a cena mesmo foi a novidade Silk Sonic, banda formada por Bruno Mars e Anderson .Paak., que entregaram uma bela performance do primeiro single do projeto, “Leave The Door Open”.

O evento também contou com apresentações de BTS, Doja Cat, Billie Elish e vários outros.

Confira os vencedores do Grammy Awards 2021:

Álbum do Ano

Folklore – Taylor Swift

Música do Ano

I Can’t Breathe – H.E.R.

Gravação do Ano

Everything I Wanted – Billie Eilish

Artista Revelação

Megan Thee Stallion

Melhor Álbum Pop 

Future Nostalgia – Dua Lipa

Melhor Performance Pop Solo

Watermelon Sugar – Harry Styles

Melhor Performance de R&B

Black Parade – Beyoncé

Melhor Música de Rap

Savage – Megan Thee Stallion Feat. Beyoncé

Melhor Performance de Rock

Fiona Apple – “Shameika”

Melhor Música de Rock

Brittany Howard – “Stay High”

Melhor Disco de Rock

“The New Abnormal” – The Strokes

Melhor Álbum de Música Alternativa

“Fetch the Bolt Cutters” — Fiona Apple

Melhor Performance de Grupo ou Duo Pop

“Rain on Me” – Lady Gaga with Ariana Grande

Melhor Canção R&B

“Better Than I Imagine” – (Robert Glasper featuring H.E.R. and Meshell Ndegeocello)

Melhor Performance de R&B Tradicional 

“Anything For You” — Ledisi

Melhor Álbum de R&B Progressivo

“It Is What It Is” — Thundercat

Melhor Álbum de R&B 

“Bigger Love” — John Legend

Melhor Performance de Rap

“Savage” – Megan Thee Stallion featuring Beyoncé

Melhor Álbum de Rap

“King’s Disease” — Nas

Melhor Filme Musical

“Linda Ronstadt: The Sound of My Voice” – Linda Ronstadt

Disco de Música Global

“Twice As Tall” – Burna Boy

Melhor Álbum Vocal Pop Tradicional

“American Standard” — James Taylor

Melhor Faixa Dance

“10%” — Kaytranada Featuring Kali Uchis

Melhor Álbum de Dance/Eletrônica

“Bubba” — Kaytranada

Melhor Álbum Latino de Rock ou Alternativo

“La Conquista Del Espacio” — Fito Paez

Melhor álbum latino pop ou urbano

“YHLQMDLG” — Bad Bunny

Melhor álbum latino de jazz

“Four Questions” – Arturo

Melhor performance de rap melódico

“Lockdown” — Anderson .Paak

Confira a lista completa no site oficial. 

Foto: Kevin Winter / The Recording Academy / AFP

Mais Notícias