Ele é o Taos da Volks

Com semelhanças estéticas aos “primos” de marca, SUV produzido na Argentina desembarca no Brasil em 2021

Da Redação | 21/12/2020

A Volkswagen chama de ofensiva sua estratégia de encher o mercado de utilitários esportivos. Tem cumprido seus planos e acaba de trazer mais um representante: o Taos. Ele se junta ao Nivus, T-Cross e Tiguan Allspace e está formado um time e tanto de SUVs.

Fabricado na Argentina, cuja fábrica recebeu investimentos de US$ 650 milhões, se assemelha aos “primos” de marca. Mas não deixa de ter sua identidade própria. Suas rodas são realçadas com as caixas em formato mais retangular e a frente tem para-choque imponente.  

Na frente, os faróis de LED são ligados por um fio de luz, também em LED, que invade a grade e “corta” o logotipo frontal, formando uma linha horizontal. Na traseira, as lanternas também são em LED.

No interior, ele é equipado com o Active Info Display e o sistema de entretenimento VW Play (o mesmo do Nivus).  Ambos criam uma espécie de “ilha digital” ao alcance do motorista, que pode personalizar as informações disponibilizadas de acordo com suas preferências. O painel possui inserções em couro que, junto às luzes ambientes, podem ser programadas em 10 cores diferentes. 

O modelo chegará ao mercado brasileiro em 2021 com vários assistentes de condução, entre eles o sistema de controle adaptativo de cruzeiro (ACC) com stop & go. O Taos se mantém a uma distância de segurança do veículo à frente que, se parar por completo e arrancar novamente dentro de três segundos, realizará o mesmo movimento.

Outra ferramenta de segurança do Taos é o sistema de frenagem autônoma de emergência (AEB) com detector de pedestres. O veículo identifica o risco de colisões ou atropelamentos a partir de um radar frontal e alerta o motorista. Caso o motorista não reaja, o veículo freia automaticamente, evitando acidentes.

O modelo ainda conta com detector que alerta o motorista quando há algo ou alguém em seu ponto cego. A segurança traseira fica por conta do detector de tráfego traseiro, que avisa ao motorista sobre os veículos que se aproximam por trás. Em uma situação de ré ao sair de uma vaga, por exemplo, o carro “chama” o motorista e freia de forma autônoma ao identificar outro veículo se aproximando. 

O Taos será equipado com o motor 250 TSI, de 1.4 litros. É um velho conhecido dos brasileiros, pois já equipa atualmente o Polo GTS, Virtus GTS, T‑Cross, Jetta e Tiguan Allspace. 

FOTOS / Divulgação JC / Volkswagen

Mais Notícias