Começou a temporada das principais mostras de decoração e arquitetura em BH

João Eugênio e Thiago Romano - BH Cosmopolita | 09/09/2021

Um aspecto que muito se transformou em tempos de pandemia foi nossa relação com a casa. Se antes vínhamos de uma época de espaços mais enxutos, urbanos e, talvez, com foco maior em áreas de convivência, hoje, a atenção máxima é para o lar.

Lar que agora é descanso, lazer, trabalho, relação, segurança. É justamente a partir dessa ressignificação da casa que foram pensadas as três principais mostras de arquitetura e decoração de Minas, a Morar Mais Por Menos, a CasaCor Minas e a Modernos Eternos.

CasaCor 2021

Com a temática “A Casa Original”, a CasaCor Minas será aberta ao público dia 14 de setembro, e conta com 47 ambientes concebidos por mais de 70 profissionais, entre arquitetos, designers, artistas e paisagistas. Em sua 26ª edição, o evento ocupa, mais uma vez, o Palácio das Mangabeiras, com destaque para as áreas externas, onde se concentram a maior parte das criações. São edificações construídas especialmente para o evento e que chamam atenção pela integração que têm com o ambiente e seu paisagismo exuberante, além de projetadas para serem vivenciadas tanto por dentro como pelo lado de fora. 

A “Casa da Serra” é exemplo disso. O espaço é uma residência completa, de 320m² totais de área construída, em diálogo com a vegetação que cerca o espaço e os jardins internos, incluindo até uma jabuticabeira que compõe o living, emoldurada por uma claraboia. O arquiteto Junior Piacesi, que assina o ambiente, conta que o verde foi o ponto-chave que guiou todo o projeto, em uma proposta de lifestyle inspirada por valores mais simples, sustentáveis e ligados à natureza, sem, entretanto, deixar de se conectar com o mundo.

Entre os profissionais que também participam desta CasaCor Minas estão nomes como Lena Pinheiro, Patrícia Hermanny, Flávio Bahia, Cristina Morethson, Sérgio Vianna, Juliana Vasconcellos e Rosângela Brandão Mesquita, além do designer Gustavo Greco que preparou uma intervenção especial com a fotógrafa Leca Novo. Todos com o mesmo mote reflexivo de criar especialidades que contam histórias de resgate das origens em equilíbrio com o futuro.

CasaCor Minas Gerais 

  • Palácio das Mangabeiras – Praça Ephigênio de Salles, 01, Mangabeiras
  • 14 de setembro a 17 de novembro de 2021
  • Ingressos pelo site: https://casacormg.byinti.com/#/ 

Modernos Eternos

Design e a arquitetura que contam histórias também são pressuposto para os ambientes da Modernos Eternos, que começa dia 21 de setembro. Mais do que vitrine para grandes profissionais e fornecedores do setor, desde o começo, essa mostra tem uma ligação muito forte com o que é autoral e artístico. De fato, a idealizadora da mostra Josette Davis explica que o objetivo é mesmo levar os visitantes em uma experiência semelhante à de uma galeria ou exposição de arte contemporânea, e se sentir sensibilizado pelas obras e instalações.

A edição deste ano será no Colégio Arnaldo, e realizada em formato híbrido online e presencial, com 35 ambientes assinados por 42 profissionais. Também está prevista uma programação de cultura, arte, moda e entretenimento, e ainda um restaurante com menu assinado pelo chef Leo Paixão. Inclusive o ambiente do espaço gastronômico é uma das grandes expectativas da Modernos Eternos, pois vai ocupar o espaço onde originalmente fica o Teatro Arnaldo, e que foi transformado pela já aclamada dupla Sandra e Gustavo Penna. Outros destaques confirmados na mostra são Ana Bahia, Fernando Hermanny, Germana Gianetti e Rafael Medeiros, entre outros.

Modernos Eternos BH

  • Colégio Arnaldo – Praça João Pessoa, 200, Funcionários
  • 21 de setembro a 3 de outubro de 2021
  • Ingressos pelo site: http://modernoseternosbh.com

Morar Mais por Menos

A Morar Mais por Menos fica em cartaz até o dia 3 de outubro em um casarão no bairro Cidade Jardim com 40 ambientes, assinados por 48 profissionais, e uma proposta de arquitetura e decoração mais real. Os espaços são cheios de camada de sentido, em projetos que são enlaces das histórias dos arquitetos/designers de interiores com a de personas para quem seriam feitos. O resultado é cheio de vida e ajuda a tangibilizar ideias e tendências em soluções que podem ser executadas em projetos da vida real. 

Apesar do título Morar Mais por Menos, isso não significa menos sofisticação e elegância. Os ambientes traduzem beleza e luxo mais acessível a partir do upcycling criativo de objetos e materiais, como na parede de tijolos do bar, assinada pela arquiteta Tamires Melo, e no uso de malha de corte de marmoraria como revestimento na bancada de uma pia pelas arquitetas Daniela Rúbia e Patrícia Alcici. A curadoria de arte também é uma atração à parte, assinada por Marcos Esteves e Paulo Apgáua, foram escolhidas obras de grandes promessas da arte contemporânea mineira, e que elevam qualquer espaço. Vale a pena ficar de olho!

Morar Mais Por Menos BH

Confira outras colunas BH Cosmopolita AQUI.