Coluna vida essencial: sono essencial

Introduzir um óleo essencial na rotina diária pode ser mais um recurso capaz de ajudar na busca por uma noite de qualidade

Pollyanne Lessa Boczar | 13/11/2020

Saúde. Distúrbios de sono têm se tornado cada vez mais comuns. Pela amostragem dos atendimentos que faço, percebo que a queixa de insônia e má qualidade do sono acomete a grande maioria das pessoas, em diferentes faixas etárias. Sabemos que em grande parte isso é resultado da modernidade que nos trouxe conforto, mas também muitos maus hábitos, o que dificulta que entremos em estado de relaxamento com o anoitecer. 

Desconectar, reduzir a luminosidade, meditar, tudo isso faz parte da higiene do sono – como é conhecida –, muito importante para que possamos ter uma noite bem-dormida.

E o que seria um sono de qualidade? Aquele que nos permite acordar com a sensação de que realmente descansamos. Especialistas recomendam que se durma entre sete e nove horas, mas isso pode variar de acordo com a idade e de pessoa para pessoa. 

Independentemente disso, a unanimidade é que é impossível viver bem e com saúde, dormindo mal. O sono regular e suficiente contribui em vários aspectos para a saúde física e mental. Uma noite mal dormida nos deixa sonolentos e afeta nossa capacidade de concentração, mas os impactos a médio e longo prazo podem ser transtornos comprometedores, como alteração de humor e comportamento, entre outras consequências secundárias e não menos importantes, como, ganho de peso, enxaqueca, perda de memória.

O pior é perceber que muitas pessoas, no desespero de dormir, recorrem a medicamentos controlados que atuam nos sintomas, sem garantir a tão desejada qualidade de sono. Em muitos casos, entra-se num ciclo vicioso, sendo necessária a medicação não só para dormir, mas também, no dia seguinte, para acordar. 

Muitos são os relatos que eu recebo sobre o quão eficiente tem sido o uso dos óleos para questões como esta. Isso porque os óleos essenciais te convidam a cuidar da causa, indo muito além dos sintomas. 

O que te tira o sono? Medo, insegurança, raiva, dificuldade de perdoar… Na maioria das vezes estamos falando de emoções e é justamente aí que mora a raiz da maioria dos nossos problemas e preocupações.

Introduzir um óleo essencial na sua rotina diária de higiene do sono pode ser mais um recurso capaz de te ajudar nesta busca por uma noite de qualidade. Por onde começar? Lavanda, Frankincense, Wild Orange, Vetiver, Cedro, Petitgrain… são muitas as opções. Conversar com alguém que entenda sua necessidade e possa te orientar é um ótimo caminho. 

O uso dos óleos essenciais é seguro e deve ser considerado como opção complementar aos tratamentos convencionais, sejam eles médicos, psicológicos, sejam de outras práticas integrativas e complementares.

Experimente. A chance de você se perguntar como viveu tanto tempo sem os óleos essenciais é grande.

Quer saber mais sobre os óleos essenciais? Siga o Instagram @pollylessa.