BH recebe o projeto “Janelas CASACOR Minas Gerais”

Realizada em formato inédito, a mostra segue ocupando a capital mineira até 30 de novembro, com ambientes em diversos espaços da cidade como Casa Fiat de Cultura, Sebrae/MG, Mineiraria e nos shoppings da rede Multiplan(Pátio Savassi, DiamondMall e BH Shopping).

Da Redação | 17/11/2020

Evento. A principal mostra de arquitetura, design de interiores e paisagismo do estado promove um projeto com formato inovador, criado com o objetivo de estimular uma série de reflexões a respeito do morar contemporâneo. O Janelas CASACOR é uma forma de levantar provocações e respostas às mudanças que estão em curso e sobre o conceito do “novo morar” pós-pandemia.

A iniciativa combina recursos tecnológicos e digitais para encurtar distâncias, potencializar a experiência dos participantes e, claro, garantir segurança e responsabilidade na realização, inspirando o público a repensar atitudes e valores. Retomar essa reflexão para ressignificar a relação das pessoas com suas casas, moradias e espaços de vivência e convivência é uma medida imperativa no contexto mundial causado pela pandemia.

Partindo deste recorte, a mostra realiza em diversas capitais o “Janelas CASACOR”: um projeto inovador, aliando o uso de tecnologias e meios digitais, para potencializar e aprofundar a experiência de visitação a ambientes e intervenções artísticas que estarão espalhadas pela cidade.

Em Belo Horizonte, as iniciativas sob direção de Eduardo Faleiro e Juliana Grillo tiveram início em 30 de outubro e seguem até 30 de novembro, ocupando  espaços expositivos importantes como Casa Fiat de Cultura, Sebrae-MG, Mineiraria, além dos centros comerciais da rede Multiplan(DiamondMall, Pátio Savassi e BH Shopping), ressignificando o espaço físico das vitrines de lojas, transformando-as em janelas abertas para uma nova visão de mundo sobre o morar no pós-pandemia.

As ações serão realizadas seguindo todos os protocolos de segurança estipulados pelos órgãos competentes.

Entre os nomes que integram o elenco desta edição estão: Ana Bahia, que assina a Casa Terapêutica, Ana Paula Paolinelli, com a Sala de Banho Deca, Andréa Medeiros e Francisco Morais, que juntos criaram a vitrine Pé no Chão, instalada no hall de entrada do Sebrae, Andrea Pinto Coelho, reuniu histórias e memórias para criar o Lounge do Colecionador, espaço inspirado no acervo de um jovem colecionador de mobiliário;  Bárbara Nobre, autora da Casa Raízes, criada com o objetivo de valorizar o design brasileiro, Carol Horta, com um home office bastante inspirador, Carol Quinan com o Vitrine Jardim 360º, um cubo contemplativo.

Outros nomes que marcam presença nesse projeto são: Carolina Campos e Maria Magalhães, que dividem a criação do Sala do Abraço, Cynthia Silva e Estúdio Mineral, que se uniram para criar a Cozinha do Barista, Duo Arquitetos, responsáveis pela Sala das Janelas, Fernanda Villefort, organiza a galeria Modernista que recebe uma belíssima exposição de fotos de Jomar Bragança em homenagem a Oscar Niemeyer(e toda a renda obtida com a venda as obras será revertida para a Casa de Acolhida Padre Eustáquio, a CAPE),  Igor Zanon, propôs um Refúgio Familiar, Isabela Torres e Rodrigo Aguiar, escolheram o nome Por Trás da Janela para o ambiente da dupla, que brinca com o uso de cortinas, Isabela Vecci, com a intervenção artística Morar contemporâneo: 4 As do Made in Italy, na Casa Fiat de Cultura, José Lourenço, propõe o Estar Livre, Mariana Spínola, assina o espaço cênico As Cortinas da Janela, Marina Diniz, investe no Estar Conviver, Mutabile Arquitetura, criou um Refúgio Natural, Nídia Duarte o Módulo Office, um espaço que ganha inúmeras configurações, Paula Guimarães criou a Viva Cozinha, espaço na Mineiraria voltado para abrigar a programação online de gastronomia desta edição, Regina Padilha(Pura Arquitetura) foi desafiada com a Garagem Templuz Tech, um espaço cheio de tecnologias e muitas novidades, enquanto Roger Lages propõe um retorno às origens com o Hall Neolítico.

Mais Notícias