Banco Mercantil do Brasil apresenta relatório de sustentabilidade

Da Redação | 04/06/2021

O Mercantil do Brasil (MB), hoje o único banco de varejo com Certificação ISO 9001 pela qualidade no atendimento a beneficiários do INSS, lança, nesta semana, a primeira edição do seu Relatório de Sustentabilidade GRI. No documento, o banco compartilha com seus stakeholders as principais informações relacionadas aos aspectos sociais, ambientais e de governança corporativa, demonstrando suas principais realizações e projetos e o seu compromisso em se tornar cada vez mais transparente, sustentável e alinhado com as melhores práticas de governança.

Entre os destaques no ano de 2020, mesmo diante dos desafios impostos pela pandemia, o MB apresenta um crescimento sustentado do negócio, com aumento do número de clientes, de transações e de valores relacionados à saúde financeira.

Pandemia

Durante o período, o banco desenvolveu um protocolo minucioso para prevenção e combate à Covid-19 e definiu, a partir do ‘Comitê de Crise’ instaurado, uma série de medidas para proteger seus colaboradores e clientes. Dentre elas, regras de isolamento com a implantação do regime de home office para 95% do quadro de colaboradores da sede administrativa e afastamento imediato dos funcionários pertencentes ao grupo de risco, alocando-os em atividades com regime de trabalho remoto.

O Banco Mercantil também implantou o reembolso de transporte alternativo (Uber ou Táxi) para os deslocamentos entre casa e trabalho para profissionais da linha de frente das agências – uma vez que a atividade bancária foi considerada essencial. No total, foram realizadas mais de 100 mil corridas em 2020. Além disso, foi reforçada a limpeza de móveis e superfícies de contato e, em caso de suspeita de contaminação, adotado protocolo de evacuação e higienização da área.

O MB ainda implantou o serviço de Telemedicina, no qual todos os funcionários com sintomas gripais, casos suspeitos ou confirmados, desde então, são encaminhados para o telemonitoramento realizado pela equipe da Teg Saúde, com atendimento médico on-line. A ação foi acompanhada de reforço nas comunicações internas e externas sobre o tema e as reuniões passaram a ser realizadas em modo virtual.

Em relação aos clientes, o MB adequou os processos específicos de atendimento, em conformidade com as normas vigentes e visando à segurança deles, sempre concentrando seus esforços para manter um atendimento de qualidade. Foi intensificada a higienização em seus pontos de atendimento e reforçado o controle de acesso para manter o distanciamento social. Além disso, a comunicação com os clientes foi aprimorada, incluindo divulgação de informações e a criação de uma página exclusiva para esclarecer dúvidas.

Propósitos e valores

Para garantir a ética, transparência e integridade em todas as suas relações, o Mercantil do Brasil dispõe de uma ampla estrutura de normas internas e ferramentas, sustentadas, também, por meio de programas de comunicação e treinamento.

Em julho de 2020, o Mercantil do Brasil passou a fazer parte do Pacto Global da ONU, maior iniciativa de sustentabilidade empresarial do mundo, com mais de 13 mil membros em quase 80 redes locais, que abrangem 160 países. A ação é um incentivo para que as empresas de todo o mundo alinhem suas operações e estratégias a dez princípios universais pautados em direitos humanos, trabalho, meio ambiente e anticorrupção.

Reforçando seu compromisso com a sustentabilidade e a busca por aperfeiçoamento, em dezembro de 2020, o MB se juntou à Rede Desafio 2030, que é formada por organizações de Minas Gerais que se uniram a fim de ampliar a contribuição do setor privado para o cumprimento da Agenda 2030 da ONU, guiadas pelos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

A Rede Desafio 2030, que é parceira do Pacto Global, apoia projetos, iniciativas de educação e ações de promoção da sustentabilidade empresarial em Minas Gerais, buscando assim posicionar suas empresas como referências internacionais sobre o tema.

Governança Corporativa

Recentemente, o Mercantil do Brasil ainda migrou para o segmento especial de listagem Nível I da B3 S.A. A mudança está diretamente relacionada à estratégia de sustentabilidade da Instituição e representa mais uma etapa para ampliação dos mecanismos de governança e aumento da transparência ao mercado e demais stakeholders acerca dos processos e resultados do MB.

Vale destacar que grande parte dos requisitos mais complexos de governança exigidos pela B3 nesse nível já eram atendidos pelo MB antes da migração. Ressalta-se, também, que, com a admissão da Sociedade no segmento especial de listagem denominado Nível 1 de Governança Corporativa da B3 S.A. – Brasil, Bolsa, Balcão (“B3”), sujeitam-se à Sociedade, seus acionistas, Administradores e membros do Conselho Fiscal, às disposições do Regulamento de Listagem do Nível 1 de Governança Corporativa da B3 (“Regulamento do Nível 1”).

Foto: Divulgação

Confira outras notícias sobre o banco Mercantil do Brasil (aqui)

Mais Notícias