Atlético-MG derrota o Fluminense e pode se aproxima muito do título de campeão brasileiro

Equipe depende de um tropeço do Flamengo contra o Ceará na terça-feira.

Leonardo Fiúza Gontijo Júnior - Conecta Esportes | 29/11/2021

Neste domingo, 28, o Atlético deu mais um passo muito importante para vencer o Campeonato Brasileiro de 2021. A equipe do técnico venceu o Fluminense de virada no Mineirão e precisa de apenas mais 2 pontos para ser campeão brasileiro matemáticamente.

Apesar disso, o Atlético pode ser campeão sem nem precisar desses 2 pontos. Basta apenas um tropeço do Flamengo nos últimos 4 jogos do campeonato. Se a equipe carioca não vencer o Ceará na terça-feira (30), o Galo se tornará campeão brasileiro pela segunda vez em sua história.

Em caso de vitória da equipe rubro-negra, basta ao Atlético uma simples vitória na quinta-feira (2), quando a equipe visitará o Bahia na Arena Fonte Nova.

Depois de susto inicial, Hulk decide e deixa Galo muito próximo do título

Com a bola rolando, o Atlético acabou levando um susto inicial e saiu atrás do marcador. Aos 14 minutos da primeira etapa, Marlon cobrou falta na cabeça de Manoel que abriu o placar para o Fluminense, que ainda briga por uma vaga na pré-Libertadores de 2021.

Com isso, bastava ao Atlético correr atrás do placar. Com grande apoio da torcida que lotou o Mineirão, o empate acabou vindo em um lance que gerou muitas discussões. Após cabeçada de Diego Costa, jogadores e torcida do Atlético alegaram toque no braço de Marlon. O árbitro Marielson Alves Silva, foi chamado no VAR e marcou pênalti para o Galo.

Na cobrança, Hulk cobrou com muita precisão e Marcos Felipe, que acabou acertando o canto da cobrança, não conseguiu alcançar e o Atlético acabou empatando a partida.

Na etapa final, o Atlético pressionou bastante em busca da virada nos minutos iniciais. Apesar disso, o Fluminense conseguiu se comportar bem defensivamente e não permitia muito os ataques da equipe atleticana.

Bastou ao Galo buscar a virada em uma bola parada. Aos 15 minutos da etapa final, Hulk cobrou falta de longe e contou com o desvio do volante Wellington para virar a partida e levar a massa atleticana aos gritos e lágrimas no Mineirão.

No restante da etapa final, o Atlético conseguiu se comportar muito bem defensivamente e não permitiu muitas chances a equipe carioca. Nos contra-ataques, a equipe teve oportunidades de matar o confronto mas não conseguiu aumentar o placar.

No final, o grito de “É campeão” ecoou em todo o Mineirão. Vale lembrar que o Atlético ainda não é campeão brasileiro matemáticamente, mas o grito oficial poderá vir ao longo da semana.

FICHA TÉCNICA: Atlético-MG 2×1 Fluminense
Motivo: 36ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 28/11/2021
Local: Mineirão, Belo Horizonte (MG)
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Marielson Alves Silva (BA)
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (BA) e Elicarlos Franco de Oliveira (BA)
VAR: Jose Claudio Rocha Filho (Fifa/SP)
Gols: Hulk (Atlético). Manoel (Fluminense)
Cartões amarelos: Nathan Silva, Allan, Keno, Junior Alonso e Jair (Atlético). Samuel Xavier, David Braz (Fluminense).

Atlético-MG: Everson; Mariano (Guga), Nathan Silva, Junior Alonso e Guilherme Arana; Allan (Tche Tchê, aos 23 do segundo tempo), Jair e Zaracho; Hulk, Diego Costa (Vargas, aos 21 minutos do segundo tempo) e Keno (Nacho aos 29 minutos do segundo tempo). Técnico: Cuca

Fluminense: Marcos Felipe; Samuel Xavier, Manoel, David Braz e Marlon; Wellington, André (Cazares, aos 22 minutos do segundo tempo) e Yago Felipe; Luiz Henrique (Matheus Martins aos 33 minutos do segundo tempo), Caio Paulista (Arias, aos 23 do segundo tempo), Fred (Bobadilla, aos 23 minutos do segundo tempo). Técnico: Marcão

Foto: Reprodução Twitter Atlético