Vacinação aumenta fluxo de passageiros no Aeroporto Internacional BH

Avanço da vacinação pelo país eleva a confiança dos passageiros e contribui para resultados favoráveis das operações.

Da Redação | 04/08/2021

O avanço da vacinação contra a Covid-19 parece ter aumentado, além da imunidade em relação a doença, a confiança dos passageiros que frequentam o Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins. Isso porque foi registrado uma movimentação de 2,8 milhões de passageiros no primeiro semestre de 2021, um aumento de 5% na comparação com igual período do ano passado.

No caso do número de voos, ocorreram 25.700 mil operações, alta de 7,5% em relação a 2020. O balanço demostra uma aceleração no ritmo da retomada do setor de aviação.   

“Seguimos otimistas com o mercado e o retorno das nossas operações. Mesmo com a segunda onda e avanço dos casos de Covid-19, nos meses de março e abril, conseguimos recuperar as operações e registrar crescimento na movimentação de passageiros e aeronaves ao longo do primeiro semestre. O avanço da vacinação pelo país contribuiu para os nossos resultados e a expectativa é de melhoria dos índices relacionados à Covid, com retomada das operações aos níveis pré-pandemia”, avalia Clayton Begido, gestor de Conectividade e Aviação da BH Airport.  

O número de destinos atendidos pelo aeroporto também cresceu ao longo do semestre. Antes da pandemia, o terminal se conectava a 45 destinos. Em janeiro, o volume foi para 37, chegou a 33 no momento mais crítico da pandemia este ano (entre março e abril) e, em julho, retornou para 37 destinos atendidos.

De acordo com a BHAirport, empresa que administra o terminal, neste mês de agosto, serão 38 destinos atendidos: Belém (PA), Porto Seguro (BA), Barreiras (BA), Brasília (DF), Cabo Frio (RJ), Cuiabá (MT), Congonhas (SP), Carajás (PA), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Fortaleza (CE), Galeão (RJ), Guarulhos (SP), Governador Valadares (MG), Goiânia (GO), Ilhéus (BA), Jericoacoara (CE), João Pessoa (PB), Marabá (PA), Maceió (AL), Montes Claros (MG), Natal (RN), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Ribeirão preto (SP), Santos Dumont (RJ), São José do Rio Preto (SP), São Luís (MA), Salvador (BA), Teixeira de Freitas (BA), Uberaba (MG), Uberlândia (MG), Comandatuba (BA), Campinas (SP), Vitória da Conquista (BA), Vitoria (VIX), e os internacionais Lisboa (Portugal) e Panamá.  

“Tivemos um mês de julho muito favorável, sobretudo pela demanda de férias de inverno e fecharemos o mês com a movimentação de 600 mil passageiros. Para agosto, a previsão é chegarmos a 660 mil pessoas circulando pelo terminal. No ano passado, em agosto, tivemos o fluxo de  de 215 mil passageiros, o que demonstra a confiança das pessoas em voar.  O número de passageiros esperado para agosto representa cerca de 70% de retomada em relação ao tráfego do mesmo período antes da pandemia”, revela Clayton.  

Para completar, ele ressalta que, em agosto, o aeroporto tem novidades em relação aos destinos. “Teremos um retorno e uma estreia, que são ligações com o interior de São Paulo: Ribeirão Preto, retorna após cinco meses de paralisação, e  São José do Rio Preto, é uma conexão inédita. Dois fortes destinos do agronegócio, o que pode demonstrar um sinal de otimismo com o reaquecimento da economia”, conclui.