A experiência da compra de produtos de beleza em tempos de pandemia

Dani Bicalho | 01/04/2021

De todos os tipos de produtos que existem por aí para serem consumidos, muitos se adaptaram com facilidade aos novos rumos pandêmicos da economia, outros precisaram ser seriamente repensados.

Comprar maquiagem virtualmente nunca foi fácil já que é mais do que sabido que o que fica bem na influenciadora digital do momento, pode ser um desastre para outra pessoa.

A maquiagem, por sua grande variedade de cores, texturas, acabamentos e todas suas demais particularidades, torna indispensável o ato de testar: base no rosto, sombras nos olhos e batom na boca para saber o que de fato cabe em você.

A compra do produto de beleza sempre foi tátil. É preciso sentir o cheiro, ver a embalagem, analisar com cautela o resultado do teste para só assim, bater o martelo e ufa!…Efetivar a compra.

Sem essa possibilidade, com lojas físicas fechadas, o consumidor se vê bem menos disposto a comprar e, mesmo quando essas lojas forem reabertas, os novos protocolos, ainda que necessários, são desanimadores…

Falo por experiência própria.

Depois de longuíssimos meses sem comprar absolutamente nada de maquiagem, me animei a passar em uma loja para conferir as novidades e lançamentos.

Após algum tempo analisando o que valeria a pena experimentar, fui pegar no produto que me chamou a atenção e assim, antes que eu pudesse tocar na embalagem, ouvi da vendedora:

“- Senhora, você não pode tocar na embalagem, pode deixar que eu manuseio pra você.”

OK. Protocolos de segurança. Ainda assim, nada mais brochante! Obviamente que saí dali sem experimentar e conhecer nada de novo.

Acredito que a solução possa estar no crescente investimento das marcas de beleza em tecnologia de ponta. Em alguns lugares do mundo, já é possível criar uma nova e personalíssima tonalidade de batom através de aplicativo. Outra loja apresenta um serviço que possibilita a aplicação remota dos seus produtos na foto da cliente. Coisa impensável até pouco tempo!

A necessidade fará com que, cada vez mais, esses novos tipos de experiência se façam presentes para que o cliente se anime. E que esses novos caminhos e avanços cheguem logo por aqui para que possamos mais uma vez, “experimentar” nossos queridos produtos de beleza.

Mais Notícias